- DestaquesNOTÍCIAS

Fim de semana violento – Casos de agressão contra mulher seguem se repetindo

Ao menos três casos chegaram ao conhecimento das autoridades neste fim de semana

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

A comunidade pedritense não se impressiona mais quando a imprensa noticia casos de Maria da Penha. São situações de agressão propriamente dita, ameaças, descumprimento de medidas protetivas que, muitas vezes, envolvem diversos setores e serviços – Brigada Militar, Pronto Socorro, Polícia Civil, etc.

Só no fim de semana passado, ao menos três casos foram parar na delegacia local.

O primeiro caso ocorreu no sábado (12) pela manhã, onde um casal e o filho de colo foram parar na delegacia depois de protagonizarem um desentendimento mutuo na Rua Sete de Setembro, quando a mulher recebeu um soco na boca. Como é praxe, antes foram levados até o Pronto Socorro local, onde discussões e acusações continuavam. Já na Delegacia de Polícia, onde nossa reportagem aguardava do lado de fora o desfecho do caso, era possível notar os ânimos exaltados, agora por parte da vítima, que passou a ameaçar os policiais, pois considerava o tratamento descortês. Ao agressor, foi arbitrada a fiança de R$ 3 mil, a qual foi paga. Ambos foram liberados.

O segundo caso, já no domingo (13), um registro de descumprimento de medida protetiva chegou ao conhecimento da Brigada Militar. O fato aconteceu na Vila Rincão da Figura. A mulher contou aos policiais que o ex-companheiro estaria tentando entrar em sua casa. Segundo ela, o homem bateu à porta pedindo para conversar e ela com medo, chamou o auxílio dos militares. Quando a guarnição chegou à casa da vítima, o homem já havia se evadido, deixando para trás a bicicleta.

O terceiro fato ocorreu também no domingo (13), pouco tempo depois, na Rua Abreu Fialho, Centro de Dom Pedrito. A vítima, uma mulher de 43 anos, contou aos policiais que o seu companheiro, um homem com a mesma idade, a agrediu com diversos tapas no rosto e deixando-a com lesões no olho esquerdo e escoriações na face, como atestou o médico plantonista do Pronto Socorro. Os policiais, então, realizaram algumas diligências e encontraram o acusado em uma parada, onde pretendia embarcar em um ônibus para a cidade de Bagé. Ele recebeu voz de prisão em flagrante e foi apresentado na delegacia. A autoridade policial arbitrou a fiança de R$ 1,5 mil, valor que não foi pago pelo acusado. Ele baixou ao Presídio Estadual de Dom Pedrito.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere nos ajudar desabilitando o adblocker no seu navegador.