- DestaquesVARIEDADES

WhatsApp deixa de funcionar em alguns celulares antigos; confira a lista

Mudança deverá atingir outros aparelhos até 2020

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

WhatsApp deixa de funcionar em alguns celulares antigos; confira a lista

Se o seu celular é muito antigo e você não está conseguindo usar o WhatsApp, temos uma péssima notícia. Desde terça-feira (1º), o aplicativo parou de funcionar em diversos smartphones. Por causa das atualizações constantes em busca de melhorias, o WhatsApp deixa de ser compatível com alguns sistemas operacionais e isso pode fazer com que a pessoa não consiga usá-lo ou criar uma nova conta.

E os excluídos da vez são os celulares da Nokia com sistema operacional S40, lançado em 1999. Confira a lista completa de celulares não compatíveis com o aplicativo:

Nokia 208

Nokia 301 Single SIM e dual SIM Chat Edition

Nokia 515 pré-instalado WhatsApp Novo

Nokia Asha 201

Nokia Asha 205 Chat Edition

Nokia Asha 210

Nokia Asha 230 Single SIM e dual SIM

Nokia Asha 300

Nokia Asha 302

Nokia Asha 303

Nokia Asha 305

Nokia Asha 306

Nokia Asha 308

Nokia Asha 309

Nokia Asha 310

Nokia Asha 311

Nokia Asha 500

Nokia Asha 501

Nokia Asha 502

Nokia Asha 503

Nokia C3-00

Nokia C3-01

Nokia X2-00

Nokia X2-01

Nokia X3-02

Nokia X3-02.5

Nokia 206 Single SIM e dual SIM

Em um comunicado lançado em fevereiro de 2016, a empresa explicou que, gradualmente, o WhatsApp irá parar de funcionar em modelos que não tenham suporte para as suas atualizações. Os próximos modelos que ficarão de fora da plataforma são os Android nas versões 2.3.7 ou anterior, e iPhones com iOS 7 ou anterior. Mas caso você tenha um smartphone com esses sistemas, fique tranquilo: essa atualização será feita apenas em 2020.

Fonte: GaúchaZH

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere nos ajudar desabilitando o adblocker no seu navegador.