- DestaquesNOTÍCIASVARIEDADES

Cabanha de Dom Pedrito é primeiro lugar em seletiva realizada no Rio de Janeiro

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

O Rio de Janeiro foi sede, pela primeira vez, de uma classificatória ao Freio de Ouro. Com participação de grande público no Centro Hípico de Sapucaia, foram conhecidos os últimos exemplares selecionados para a grande final da modalidade da raça Crioula que acontece, como de costume, na Expointer. As informações são do Jornal Folha do Sul.

A atividade, neste ano, ocorre no primeiro final de semana da exposição, no parque de exposições Assis Brasil. A etapa do Rio de Janeiro teve uma resposta excelente, como destaca a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos, em se tratando de animais participantes: 81 inscritos, sendo 40 fêmeas e 41 machos.  Entre os destaques, o primeiro lugar na categoria machos ficou com Capanegra Trapezio, da Cabanha Capanegra, de Dom Pedrito, guiada pelo ginete Cláudio dos Santos Fagundes. O exemplar fechou a disputa com a nota 19,373.

O primeiro lugar na categoria fêmea foi para Independência do Espigão, da Cabanha Espigão, de Canoinhas (SC). A égua foi montada pelo ginete Daniel Teixeira, obtendo a nota 20,036.  Dois trios dividiram a responsabilidade do julgamento dos animais da seletiva de Sapucaia ao Freio de Ouro: Francisco Fleck, Gustavo Arahnitsch e Telmo Oliveira Peixoto foram chamados à pista para o julgamento das fêmeas, enquanto Carlos Marques Gonçalves Neto, Jean Carlo Mendes e Manoel Vanderlei Braz Gonçalves assumiram o comando na avaliação dos machos.

Folha do Sul

Notícias relacionadas

Marcar também

Close
Close

Adblock detectado

Por favor, considere nos ajudar desabilitando o adblocker no seu navegador.