- DestaquesMULTIMÍDIANOTÍCIASVARIEDADES

Inaugurada primeira Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais

Reportagem acompanhou cerimônia

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Bagé registrou dois fatos significativos na área da segurança pública: além da entrega das viaturas para os municípios da região, também foi inaugurada a primeira Delegacia de Polícia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (Decrab), resultado do trabalho da Força-Tarefa, formada em 2016, para combate aos crimes no campo, e também da necessidade de ter equipes especializadas no combate a estes crimes, dado o contexto econômico e social do Estado. Além de Bagé, Santiago, Camaquã, Cruz Alta e Rosário do Sul também terão delegacias.

Os recursos para reforma do prédio, localizado na rua Rodrigues Lima, nº 290, foram retirados do Fundo Especial de Segurança Pública, mas também contou com colaboração de empresas, entidades e órgãos públicos. A Qwerty Internet auxiliou na instalação do sistema de redes interno. O Judiciário de Dom Pedrito e o Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro), também auxiliaram na implantação da delegacia, através de suporte à infraestrutura.

Emerson Wendt, chefe de Polícia, observa que o grupo deixa, assim, de ser Força-Tarefa, para virar uma delegacia dedicada à investigação aos crimes no campo. Sempre houve, disse Wendt, cobranças das entidades rurais ao governo estadual para maior rigor nas investigações dos crimes cometidos no campo, sendo formada a Força-Tarefa em 2016, conquistando resultados expressivos através das ações. Os locais escolhidos para sediar as delegacias deram-se, então, através da análise de incidências dos registros. “A Força-Tarefa teve um trabalho excepcional”, reconheceu Emerson, que também pontuou a transformação do caráter do abigeato, de um crime cometido de forma isolada, para quadrilhas especializadas e expandindo para outras áreas criminais.

O secretário de Segurança Pública, Cézar Schirmer, trouxe dados demonstrando a efetividade do trabalho da Força-Tarefa. Os índices de abigeato reduziram 25,5% em todo o estado em relação a 2016. Schirmer também destacou a importância do produtor rural no contexto econômico, portanto, a criação de delegacias especializadas nos crimes do campo é um esforço de dar à segurança necessária a produção. Ele destaca, também, que não se trata apenas de abigeato, mas de crimes rurais.

Para o governador José Ivo Sartori, a criação das Decrabs constitui importante passo para reforço da segurança no interior, mas também salientou a capilaridade das delegacias, abrangendo todas as regiões. Sartori destacou a parceria das diversas entidades e instituições envolvidas.

O prefeito de Bagé, Divaldo Lara, em entrevista a Qwerty Portal de Notícias, destaca que esta é a primeira delegacia especializa em crimes rurais e abigeato do país. Lara também aponta para a mobilização regional, importante para a consolidação das Decrebs.

A reportagem também conversou com o delegado Cristiano Ribeiro Ritta, que ao lado do também delegado André de Matos Mendes, lidera os trabalhos da Força-Tarefa. A criação do grupo foi importante para que se fizesse um enfrentamento especializado. Através dos resultados, avalia Ritta, foi possível sensibilizar o governo do estado para a implantação das delegacias. “O crime rural também se organizou nos últimos anos. Quando falamos em abigeato, não referimos mais ao ladrão de vaca, falamos de redes de distribuição”, observou o delegado, sobre a complexidade que os crimes do campo têm atingido.

O inspetor de polícia Patrício Antunes, que atua desde o início dos trabalhos da Força-Tarefa, em agosto de 2016, salienta que se manterá uma atuação em diversos municípios, onde os crimes no campo são comumente registrados. O contato com os produtores rurais também é essencial para o desencadeamento de muitas ações do grupo. A partir de agora, por ser uma delegacia estadual, será possível diminuir ainda mais os índices dos crimes no campo.

 

Notícias relacionadas

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere nos ajudar desabilitando o adblocker no seu navegador.