- DestaquesNOTÍCIAS

Licitação de oito rotas do transporte escolar está marcada para quinta-feira

Responsável pelo Setor de Licitações falou sobre processo

Textos, fotos e vídeos do Portal Qwerty estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral, sendo vedada a reprodução em qualquer meio de comunicação sem autorização prévia.

Uma nova licitação do transporte escolar, desta vez envolvendo oito rotas – confira na galeria abaixo – na zona rural, está marcada para quinta-feira (15), às 14h, na Sala das Licitações.  A responsável pelo Setor, Édila Vargas, em entrevista que será exibida no Jornal das Oito desta terça-feira (13), comentou sobre este processo, envolvendo rotas restantes da primeira licitação, realizada em fevereiro.

Na quinta-feira, serão licitadas rotas mais “difíceis”, nas palavras de Édila, não representando interesse dos participantes da primeira licitação. No mesmo dia, também será licitado transporte para escolas estaduais, através de recursos que o município recebe via Estado.

Embora não divulgado, a administração não está exigindo que a empresa participante já tenha realizado o serviço, transporte de alunos, para participar do processo. “Era regra nos editais, sempre se pedia essas garantias da empresa. Mas como teve a ação da Polícia Federal, estamos buscando outros fornecedores que nunca participaram deste tipo de licitação”, conta Édila. Embora questionamentos possam ser feitos sobre a conduta das empresas, Édila pontua que isso só será mostrado durante a prestação do serviço, além, claro, da própria fiscalização dos veículos realizada pelo Executivo.

Na licitação anterior, os participantes argumentaram que o valor das oito rotas não era interessante, portanto, tentou-se a possibilidade de melhorar estes valores. A única possibilidade seria a retirada de algumas localidades, o que implicaria, também, retirar alunos, o que foi descartado. “A princípio, uma pequena mudança nas rotas de Torquato Severo”, comenta.

Édila também salienta que não se pode impedir uma empresa de participar da licitação, exceto em caso de uma medida judicial ou condenação. “A administração está pedindo que a empresa declare que ela não está sendo investigada por nenhum crime que envolva licitação, mas isso é responsabilidade da empresa”, explica.

Pelo menos três empresas, inclusive microempreendedores – que também podem participar, observando alguns requisitos para não fugir da modalidade – já buscaram informações no Setor.

Embora possa haver a possibilidade da interposição de recursos, por exemplo, o processo está mantido para quinta-feira. O edital completo está disponível no site institucional do município www.dompedrito.rs.gov.br/.

A entrevista completa será exibida no Jornal das Oito desta terça-feira, às 20h, na Qwerty TV (http://tv.qwerty.com.br) e no Facebook da Qwerty Portal de Notícias.

Notícias relacionadas

Close

Adblock detectado

Por favor, considere nos ajudar desabilitando o adblocker no seu navegador.