14ª Cavalgada de São Sebastião: confira a programação do evento

    Foto: arquivo

    Nesta sexta-feira (19), acontece a esperada Cavalgada de São Sebastião, na Vila de São Sebastião, na localidade de Torquato Severo. A programação conta com café da manhã, almoço, missa campal e diversas atrações. Toda a comunidade é convidada para participar e acompanhar a celebração desta importante data comemorativa do município.

    Programação

    7h – Alvorada.

    07h30 – Café da manhã.

    10h – Deslocamento para Vila de São Sebastião, em Torquato Severo

    12h – Almoço e confraternização.

    17h – Missa campal presidida por Dom Gilio Felicio, Bispo Diocesano, no espaço em frente à Capela de São Sebastião.

    19h – Entrega da imagem de São Sebastião aos cavaleiros e retorno da cavalgada para Bagé.

    20h30 – Chegada a Estância Retiro.

    Um pouco sobre São Sebastião

    São Sebastião era um soldado romano que foi martirizado por professar e não renegar a fé em Jesus. Sua história é conhecida somente pelas atas romanas de sua condenação e martírio. Conhecido como o Santo Guerreiro, a data é celebrada no dia 20 de janeiro, data em que o santo ressuscitou. São Sebastião nasceu na cidade de Narbona, na França, e ainda pequeno sua família mudou-se para Milão, na Itália, onde serviu no exército romano e chegou a ser capitão da 1ª da guarda Pretoriana.

    Sempre que conseguia uma oportunidade, visitava os cristãos presos, levava uma ajuda aos que estavam doentes e aos que precisavam. Na época, o Império Romano era governado por Maximiano, que ao saber que Sebastião era cristão ordenou que o capitão fosse morto para servir de exemplo e desestímulo a outros. Assim, os arqueiros receberam ordens para matarem-no a flechadas. Ferido, deixaram que ele sangrasse até morrer. Irene, uma cristã devota, e um grupo de amigos, foram ao local e, surpresos, viram que Sebastião continuava vivo. Depois de curado, Sebastião continuou evangelizando e se apresentou ao imperador Maximiano, que não atendeu ao seu pedido.

    Desta vez o imperador mandou que o açoitassem até morrer e depois fosse jogado numa fossa, para que nenhum cristão o encontrasse. Porém, após sua morte, São Sebastião apareceu a Lucina, uma cristã, e disse que ela encontraria o corpo dele pendurado num poço. Alguns autores acreditam que Sebastião foi enterrado no jardim da casa de Lucina, na Via Ápia, onde se encontra sua Basílica. Construíram, então, nas catacumbas, um templo, a Basílica de São Sebastião. O templo existe até hoje e recebe devotos e peregrinos do mundo todo.

     Prefeitura Municipal