Consepro realiza prestação de contas e define metas junto às forças de segurança

O Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro) realizou, no fim da tarde de ontem, terça-feira (12), na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) reunião para prestar contas sobre as ações realizadas durante o ano. Apesar de algumas dificuldades enfrentadas, a entidade conseguiu prestar auxílio às forças de segurança – Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Brigada Militar e Susepe – dentro das possibilidades financeiras.

O presidente do Consepro, Marcos Brum, apresentou um balanço mensal das ações da entidade, do Jantar-Baile organizado pela CDL que beneficiou o Consepro a Audiência Pública, que teve ampla participação da entidade, com propostas que foram levadas até o Executivo Estadual. “A única entidade que entregou um documento oficial foi o Consepro, durante a audiência pública. De todos os itens que entregamos, muitos foram executados, pedidos que foram atendidos”, salientou Brum.

Mesmo com realizações importantes no melhoramento da estrutura das polícias, o Consepro enfrentou dificuldades mediante a falta de recursos, além de encargos mensais, como o pagamento da taxa de energia de quatro câmeras de vídeo monitoramento, foi necessário agilizar, junto ao Executivo Municipal, o pagamento da subvenção para que o apoio às forças de segurança prosseguisse sem a paralisação total da entidade.

Brum também destacou a doação de um veículo ao Conselho Tutelar efetivada pelo Judiciário, que contou com intervenção do Consepro, viabilizando a doação. Marcos enfatizou durante a reunião que o Judiciário é um dos parceiros incondicionais do Consepro na efetivação das demandas das forças de segurança.

Além da apresentação das realizações e despesas, a entidade também definiu algumas ações, uma delas, a restauração do prédio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que ainda está sendo planificada através de conversas com o setor público e entidades locais.

Veja abaixo uma lista de intervenções da entidade:

– Compra de munições para carabinas da Força-Tarefa;

– Pagamento de alimentos para refeições da força tarefa da Brigada Militar que atuou no interior do município e prestou auxílio no policiamento da Farm Show;

– Reforma da rede de dados do prédio da Brigada Militar;

– Contra partida na compra de computadores e ar-condicionado para a Policia Civil;

– Contra partida na compra de computadores, piso e iluminação para a Brigada Militar;

– Instalação de ar-condicionado para a Policia Civil;

– Compra das tintas para a pintura do quartel do Corpo de Bombeiros;

– Troca de placa do portão do Presídio;

– Pagamento de refeições para o Pelotão de Operações Especiais (POE) da Brigada Militar de Bagé durante ações realizadas no município;

– Pagamentos mensais das contas de luz das câmeras de monitoramento;

– Compra de algemas, em parceria com o Judiciário, para os agentes da Susepe.

Participaram da reunião representantes da Polícia Civil, Brigada Militar, Susepe, Corpo de Bombeiros e diretoria do Consepro.

Todas as receitas e despesas do Consepro podem ser acessadas no Portal da Transparência da entidade, disponível no site http://www.conseprodompedrito.com.br.