Duas pessoas são afastadas de suas funções públicas no município durante operação “Laranja Mecânica”

    (Foto: divulgação/Sentinela 24h)

    Em entrevista ao grupo A Plateia, o delegado da Polícia Federal, Alessandro Lopes, revelou que duas pessoas foram afastadas de suas funções no município, além de duas em Santana do Livramento. As investigações da operação “Laranja Mecânica” foram iniciadas no final do ano passado. Empresas estariam formando cartel para participar das licitações do transporte escolar, formando um conluio, além da criação de empresas fantasmas com esta finalidade.

    A Polícia Federal não liberou os nomes dos afastados em Dom Pedrito, porém, uma fonte ligada a operação confirmou à reportagem que os fatos investigados são do corrente ano.

    O delegado disse que as investigações terão prosseguimento, e ainda não há um número exato sobre os valores desviados. “Não existe concorrência, as empresas simulam a concorrência”, afirmou o delegado, salientando que também existe fraude na execução dos serviços, cobrando quilometragens não rodadas.

    A reportagem da Qwerty Portal de Notícias entrou em contato com o Departamento de Comunicação da Prefeitura, onde foi manifestado que o Executivo não vai se manifestar sobre o caso, também, por questões legais envolvendo o sigilo da operação.

    A operação foi denominada Laranja Mecânica. O nome foi escolhido porque as vans de transporte de alunos na região são de cor laranja. Os crimes apurados são fraude a licitação, estelionato, falsidade ideológica, corrupção ativa, organização criminosa e ameaça.