Servidores dos Correios permanecem em greve; Definição ainda é aguardada

    Os Correios seguem em greve. Na semana passada, como mostramos, funcionários do Setor de Encomendas da agência local paralisaram suas atividades, entretanto, conforme informou um dos servidores que aderiu à greve, agora, um funcionário da agência também aderiu ao movimento, que atinge às demais cidades da região e pelo menos 20 estados brasileiros. Serviços de entrega de pacotes – Sedex – não estão sendo prejudicados.

    A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) entrou em greve na última semana. Os Correios propõem o reajuste de salário de 3% a partir de janeiro do próximo ano.

    “Os Correios apresentaram uma proposta de reajuste salarial de 3%, mas só em janeiro do próximo ano. Nós queremos o aumento retroativo à data-base referente à agosto de 2017”. A assessoria da federação disse que “não é desejo” da Findect que haja uma greve. “Sabemos que a empresa passa por um momento econômico difícil, não queremos greve, queremos ser atendidos” acrescentou a Agência Brasil.

    Espera-se, além dos 3% de aumento, a manutenção dos benefícios.


    Warning: A non-numeric value encountered in /home/qwerty/www/wp-content/themes/newspaper-original/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009