Greve dos Correios não afeta agência, mas parte do setor de distribuição adere ao movimento

    Em assembleia realizada na terça-feira (19), em Porto Alegre, servidores dos Correios determinaram greve. Além do Rio Grande do Sul, mais 19 estados e Distrito Federal também aderiram ao movimento. Em Dom Pedrito, a greve não afetou a agência, entretanto, alguns servidores do Setor de Entregas estão com suas atividades paralisadas. Entre os motivos da greve estão o fechamento de agências por todo o país, o plano de demissão voluntária e a possibilidade de privatização, além da reposição salarial e possível corte de benefícios.

    Segundo o servidor Luciano Fontoura, metade dos funcionários do Setor de Encomendas da agência pedritense paralisaram suas atividades, entretanto, apenas o serviço de cartas (boletos/faturas) será afetado, as entregas de pacotes via Sedex, por exemplo, estão sendo realizadas normalmente. É aguardado pelos servidores a próxima proposta salarial – que deve ser divulgada hoje – para tomar uma nova decisão.

    “O problema é cortar benefícios – plano de saúde, vale alimentação -, se sair de férias, corta o vale-alimentação”, exemplifica Fontoura, salientando que seria mais vantajoso, então, manter os benefícios em detrimento do reajuste salarial.

    Outro ponto afirmado pelos funcionários é o crescente volume de trabalho, principalmente no Setor de Encomendas, aliado à aposentadoria de alguns servidores e a falta de reposição de pessoal, o que aumenta a demanda. Também, os recursos para manutenção dos meios de trabalho tem-se mostrados insuficientes.

    Se algum leitor possuir faturas na iminência do vencimento, é aconselhável efetuar o pagamento, se possível, diretamente nas lojas ou consultar a respectiva empresa (telefonia, lojas online, bancos) via internet.


    Warning: A non-numeric value encountered in /home/qwerty/www/wp-content/themes/newspaper-original/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009