Mulher é presa acusada de furtar televisão de uma residência

    Na madrugada desta quarta-feira (06), por volta das 3h30, a Brigada Militar foi acionada via telefone 190 para atender uma ocorrência de furto no bairro Getúlio Vargas. Conforme boletim de ocorrência, os policiais militares receberam a informação de que havia sido furtada uma televisão Semp Toshiba de 20 polegadas na residência de um idoso de 71 anos. De imediato, uma guarnição foi deslocada até o local, sendo informados de que a acusada havia deixado a TV na casa de um indivíduo identificado como “Bugiganga”, mas que ela não estaria mais no local.

    Porém, uma testemunha que estava observando a suspeita do crime, informou a direção em que ela havia fugido. Os policiais seguiram as orientações e acabaram encontrando a acusada Bruna Duarte Vargas, de 23 anos, cerca de 200 metros do local onde foi cometido o furto. Ela estava escondida atrás de um muro, em um local escuro. Bruna disse aos PMs que a televisão estava na casa de Bugiganga, e que o objeto havia sido furtado por sua irmã, Sabrina. A acusada foi encaminhada ao Pronto Socorro para exame de corpo de delito e, após, à Delegacia de Polícia para registro de ocorrência. O crime será apurado em inquérito policial.

    Um fato semelhante a este ocorreu no último sábado (02), também no bairro Getúlio Vargas e bem próximo à residência desta madrugada. O caso também foi registrado na Delegacia de Polícia, e conforme boletim, foi informado que um idoso de 85 anos, que reside sozinho, permitiu a entrada de uma mulher em sua casa, e que ela andava com dois homens em um veículo corsa de cor azul.

    Ainda de acordo com a ocorrência, enquanto ela ficou distraindo e conversando com ele, os dois homens acabaram furtando uma televisão de 32 polegadas, um botijão de gás de 13 quilos cheio, um outro botijão vazio e uma jaqueta do idoso. A irmã do idoso, que o cuida e auxilia, estava chegando ao local e viu o momento exato em que o veículo estava saindo.

    Fica o alerta para os familiares e amigos de pessoas de idade, que os ajudem e orientem, para que não caiam em golpes como este, pois este tipo de crime tem se tornado cada vez mais comum em Dom Pedrito, e as vítimas são sempre homens desta faixa etária. Cabe destacar também, que mesmo com o salário parcelado e este mês com apenas R$ 350,00 no bolso, os policiais civis e militares continuam atuando fortemente para resolver e prender os autores de furtos, roubos e homicídios.

    Cabe lembrar ainda que a acusada presa esta madrugada foi detida no dia 21 de agosto, portanto, a pouco mais de duas semanas, envolvida em uma ocorrência de dano ao patrimônio, ameaça a um conselheiro e resistência à prisão, conforme matéria públicada pela Qwerty Portal de Notícias.

     


    Warning: A non-numeric value encountered in /home/qwerty/www/wp-content/themes/newspaper-original/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009