Força-Tarefa de Combate ao Abigeato deflagra operação “Alvorada”

    (Foto: divulgação/Polícia Civil)

    A Força-Tarefa de Combate ao Abigeato e Crimes da Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quarta-feira (6), uma operação interestadual – no Rio Grande do Sul e em São Paulo – denominada “Alvorada”, objetivando dar cumprimento a dezenas de ordens judiciais de prisão preventiva, busca e apreensão, bloqueio de bens e valores e levantamento de sigilo fiscal e bancário. Na região, as ações foram concentradas em Rosário do Sul e Caçapava.

    Sob coordenação dos delegados Cristiano Ribeiro Ritta e André de Matos Mendes – este, delegado titular da delegacia de Dom Pedrito -, a operação Alvorada cumpre cinco mandados de prisão nos dois estados. A operação policial tem por objetivo desarticular dois grupos criminosos que atuam em crimes rurais, causando prejuízos milionários aos produtores rurais gaúchos e de São Paulo. Na ação estão sendo desarticuladas, após nove meses de investigação:

    – Uma associação criminosa especializada em estelionato rural. O grupo realizava compra de animais mediante fraude, negando deliberadamente o pagamento e dando destino ilícito aos animais. Apenas nos municípios de Rosário do Sul e Santiago o grupo foi responsável pela subtração de 495 animais bovinos;

    – Uma organização criminosa especializada em receptação e comércio de máquinas agrícolas. O grupo tinha ligação com criminosos do estado de São Paulo, que cometiam roubos em propriedades rurais para subtração de maquinário agrícola, que depois eram comercializados no Rio Grande do Sul.

    As ações estão em andamento nas cidades de Rosário do Sul, Vera Cruz, Caçapava do Sul e São Paulo/SP, totalizando cinco prisões preventivas decretadas pelas Comarcas de Rosário do Sul e Caçapava do Sul.

    Segundo os investigadores da Força Tarefa, essa é uma das maiores operações da Força Tarefa de Combate aos Crimes Rurais e Abigeato, pois a organização criminosa desarticulada possui ramificações em diversos estados da federação, além de relações internacionais com a Bolívia e o Paraguai, para onde eram enviadas as máquinas agrícolas.

    Participaram, ainda, da Operação, policiais da delegacia de Rosário do Sul, da Delegacia Regional de Santana do Livramento, da Delegacia Regional de Santa Cruz do Sul, da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas de Bagé (DEFREC) e da Polícia Civil de São Paulo.


    Warning: A non-numeric value encountered in /home/qwerty/www/wp-content/themes/newspaper-original/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009