Reunião do Comitê apresenta projeto da Sanga e mantém expectativa sobre barragem

    A reunião do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do rio Santa Maria serviu para sanar dúvidas sobre a obra da Sanga das Piúgas e apresentar um panorama sobre as barragens do Taquarebó e Jaguari. O encontro foi realizado na sexta-feira (28), no salão nobre do Sindicato & Associação Rural de Dom Pedrito, contando com boa participação, tanto de componentes do Comitê de outros municípios quanto de autoridades e comunidade local.

    Quando finalizado, o projeto da Sanga vai elevar o número de economias com cobertura de esgoto de 18% para 35,67%, conforme explicou o engenheiro Hélio Alcântara Alvarez, da Corsan. Na prática, atualmente 2.437 economias possuem a cobertura. O acréscimo com a obra será de mais 2.732 economias. Um servidor da Companhia questionou sobre as residências que estão sob a sanga, pois algumas casas descartam o esgoto diretamente no córrego. Segundo o engenheiro, esta questão precisa ser trabalhada junto à administração municipal.

    Sobre as barragens e seus respectivos canais, o vice-presidente do Comitê, Eldo Frantz Costa, diz que reuniões estão agendadas em Brasília para tentar reverter o panorama. Como mostramos na Qwerty Portal de Notícias, o Ministério da Integração Nacional retirou os recursos dos canais e enviou ao Nordeste. Há uma tentativa de tentar reverter esta decisão, entretanto, Frantz destacou que uma das diretrizes do governo federal é dar continuidade apenas às obras que tiverem um objetivo econômico, o que é difícil sem a execução dos canais, quando se trata da barragem do Taquarembó.

    Participaram da reunião integrantes do Comitê, Executivo pedritense, Brigada Militar, Legislativo, entidades locais, produtores rurais e representantes das administrações dos outros municípios.


    Warning: A non-numeric value encountered in /home/qwerty/www/wp-content/themes/newspaper-original/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009