Apenados fogem do Presídio Regional de Bagé

    Divulgação

    No início da tarde desta sexta-feira (28), por volta das 15h30, dois apenados do regime fechado do Presídio Regional de Bagé (PRB), conseguiram pular o muro da casa prisional e empreenderam em fuga do local. De acordo com informações repassadas à reportagem da Qwerty Portal de Notícias, os dois apenados foram identificados como Mateus Alexandre de Oliveira Viana e Malaquias Silva Porto Neto. A polícia continua fazendo buscas, mas até o momento, nenhum dos dois fugitivos foi encontrado.

    Em outubro de 2015, os dois acusados foram presos acusados de latrocínio. Conforme a reportagem do Jornal Folha do Sul, no dia 28 de junho, ao meio-dia, Vilmar Silveira Rodrigues, 63 anos, foi encontrado morto em um galpão localizado na Chácara do Trevo, Banhado dos Carneiros, zona rural de Bagé.

    Segundo relato do médico legista Leonardo Fernandes, que realizou a necropsia da vítima, a causa da morte foi traumatismo craniano. No dia 28 de outubro de 2015, os agentes da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec), com apoio do Cartório de Abigeato, prenderam Malaquias Silva Porto Neto e Mateus Alexandre de Oliveira Viana, ambos com 25 anos.

    De acordo com os policiais civis, os dois estavam em uma residência no bairro Stand e, por volta das 16h30min, ao cumprir o mandado de prisão, Viana fugiu, correu cerca de 500 metros, entrou em uma residência próxima ao Presídio Regional de Bagé (PRB) e se escondeu em um guarda-roupa.

    Os policiais relataram que havia adultos e crianças no local. Eles teriam saído com medo do suspeito que invadira o local. Neto não resistiu e foi preso em casa. O crime de latrocínio se caracterizou, segundo o delegado, pelo fato de eles terem levado do local dois revólveres da vítima, algumas facas e outros objetos pessoais, como roupas e calçados.

    De acordo com Ritta, o acusado estava de posse de uma bota, dois chapéus, roupas e um aparelho de glicose da vítima. “Os objetos pertenciam ao idoso que foi morto. Ele foi preso em flagrante por posse de arma de fogo, um revólver calibre .38 que estava na sua casa, a cerca de 300 metros da propriedade da vítima”, explicou.

    O delegado destacou que testemunhas teriam visto o momento em que Viana estava na propriedade rural da vítima. Eles o identificam como sendo autor do latrocínio. “Em depoimento, ele preferiu ficar em silêncio. Estamos em fase de conclusão do inquérito, ainda há alguns dados para serem analisados. O suspeito tem antecedentes criminais. Ele seria autor de um homicídio em Pinheiro Machado, onde ele teria esquartejado a vítima, em 2009”, informou o titular da Defrec. Ambos possuem antecedentes criminais por tentativa de homicídio ocorrida em agosto, no bairro Stand.

    Em julho, o juiz substituto havia negado a prisão preventiva de Viana e, com a conclusão do inquérito, foi novamente pedido e agora deferido. Ambos foram encaminhados ao Presídio Regional de Bagé (PRB).

     


    Warning: A non-numeric value encountered in /home/qwerty/www/wp-content/themes/newspaper-original/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009