Asfaltamento é a solução para a poeira da Rua Tamandaré em Livramento

    Marcelo Pinto_AP

    Operários da Secretaria de Obras do município de Livramento trabalharam ontem (19) para solucionar a demanda que há dias tem preocupado os comerciantes da avenida Tamandaré, próximo ao terminal de ônibus. A avenida central que compreende grande fluxo de veículos, principalmente de ônibus, além das péssimas condições de trafegabilidade apresenta uma quantidade significativa de areia fina, que foi colocada como forma de reparo provisório no local, que passou por avaliações após um conserto realizado pelo Departamento de Água e Esgotos (DAE) nas tubulações de esgoto.

    Além dos condutores que circulam diariamente pelo local, a má condição da via acabou também por prejudicar os comerciantes, devido à terra que se concentrou no local. Os donos destes comércios realizaram até um abaixo assinado para que providências fossem tomadas referentes ao reparo da avenida.

    Também na manhã de ontem, após inúmeros pedidos, a Secretaria de Obras deu início à obra de recuperação da avenida. Segundo o Secretário Adjunto de Obras, Marcelo Trindade, foi realizado no trecho mais prejudicado, onde há cerca de um mês o DAE realizou uma ação de restauro nos canais de esgoto, a colocação de asfalto e, posteriormente, prensado com o rolo.

    O objetivo principal da obra é terminar com a poeira, que é o motivo de reclamação por parte dos condutores, pedestres e principalmente dos comerciantes.
    Após a obra realizada ontem, será realizada uma reperfilagem, ou seja, será inserida uma camada de pavimento em toda a rua, com a função de corrigir as deformidades da superfície do antigo revestimento, bem como promover a selagem dos buracos e fendas existentes na via.

    Tudo o que foi utilizado, provisoriamente, pelos operários foi retirado para dar espaço ao novo material, que será definitivo, e deve terminar com o problema da terra e da poeira na localidade. Segundo Marcelo, se o tempo permanecer estável, a obra deve ser concluída até o fim da semana. Antes da conclusão, a Secretaria de Obras deverá realizar uma última análise, para evitar futuros problemas com o pavimento que será colocado.

    Miguel Quevedo, comerciante, diz que espera que a solução executada pela Secretaria seja realmente de forma definitiva, pois já está cansado das tapeadas que fazem na rua, jogando apenas asfalto, sem nenhuma finalização. E diz que, se pelo menos a poeira amenizar já é alguma coisa, pois é o que mais o prejudica.

    O comerciante conta que acabou perdendo várias bolsas que comercializa, pelo acúmulo de poeira que vem da rua. Rosane Romero, pedestre, também espera que o reparo efetuado na via, seja de forma definitiva, pois segundo ela, não adianta tapear quatro ou cinco vezes e não solucionar o problema, pois é dinheiro público posto fora.

    Elenita Marques, comerciante, afirma que desde o começo do ano já foram realizados mais de oito reparos na avenida, porém todos ineficientes, diz que já perdeu muitos clientes devido a poeira que prejudica seu comércio, e também espera que desta vez, o problema seja resolvido de uma vez por todas.

    Por: Julie Ane Rittes /AP 


    Warning: A non-numeric value encountered in /home/qwerty/www/wp-content/themes/newspaper-original/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009