Corpo de Bombeiros caminha para emancipação da Brigada Militar

    O Corpo de Bombeiros celebra a Semana de Prevenção Contra Incêndios, que culmina no dia 2 de julho, o Dia do Bombeiro. Foi realizada uma cerimônia na tarde desta quinta-feira (29), no salão nobre da prefeitura, enfatizando a importância dos serviços prestados pelos bombeiros para a comunidade. Homenagens também foram prestadas a cidadãos considerados colaboradores do trabalho dos bombeiros.

    O diretor da Qwerty e presidente do Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro), Marcos Brum, e Giovani Elias Pereira foram agraciados com a medalha de Comenda do Corpo de Bombeiros, reconhecimento pelas contribuições prestadas ao órgão. A Comenda foi entregue pelo major Max Geraldo Meinke, comandante do 10º Batalhão de Bombeiros Militar (10º BBM).

    Após a homenagem, também houve a entrega de um diploma ao soldado Philipe Augusto Caldas, como reconhecimento por ter sido escolhido Bombeiro Padrão 2017.

    O prefeito Mário Augusto de Freire Gonçalves, durante seu pronunciamento, colocou a disposição à rede de ensino do município para que projetos possam ser desenvolvidos com foco na prevenção contra incêndio. “Podemos reconhecer que o trabalho dos bombeiros é de extrema importância, não só este dia, não só esta semana, fica como reflexão para que o município reconheça o trabalho de vocês. Coloco a rede municipal de ensino a disposição para trabalhar com a prevenção”.

    A reportagem da Qwerty Portal de Notícias, o major Max Geraldo Meinke afirmou que este é um momento histórico, que o Corpo de Bombeiros está se emancipando da Brigada Militar, movimento que vem sendo articulado e deverá dar mais autonomia ao Corpo de Bombeiros, sob justificativa que para um maior e efetivo desenvolvimento de ambas corporações militares, nas quais poderão focar nas suas atividades fins e prestar um melhor serviço a sociedade gaúcha, mas também dar destaque a prevenção contra incêndio. “Muito além de fiscalizar prédios e indústrias, a prevenção é mais abrangente no campo educacional. Precisamos alertar a comunidade sobre medidas que evitam o incêndio: velas, sobrecarga de energia, uso do fogo, gás de cozinha”, pontua Meinke.

    Ele não esconde que as guarnições estão com dificuldades de efetivo. “Atualmente, trabalhamos com guarnições de quatro servidores, um fica no quartel e três ficam embarcados no caminhão para prestar socorro. Temos uma preocupação sobre esta situação, de qualquer maneira, está garantida a comunidade pedritense a prestação do serviço”, pontuou.

    Participaram da solenidade Consepro, Brigada Militar, Poder Judiciário, Executivo e Legislativo, além dos componentes do batalhão local do Corpo de Bombeiros.