“Não estamos reabrindo o posto, estamos cedendo o espaço”, afirma superintendente da PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) retornou ao município, pelo menos durante a manhã desta quarta feira (28), onde foi firmado compromisso para a reativação do antigo posto da PRF, que vai abrigar diversos órgãos, objetivando a fiscalização na BR 293, além da reutilização da estrutura física – que precisa de reformas devido ao vandalismo. Várias entidades e órgãos foram representados na reunião, que contou com a presença do superintendente estadual da PRF, João Francisco Ribeiro de Oliveira.

O conceito será de que o prédio vai funcionar como um posto para que Brigada Militar, ICMS, Inspetoria de Defesa Agropecuária (IDA), Polícia Civil e a própria PRF para realizarem fiscalizações rotineiras. Entretanto, como afirmou João Francisco, não se trata de uma reabertura nos moldes anteriores, pois a PRF não dispõe de efetivo para tal. “Não estamos reabrindo o posto, estamos cedendo o espaço para que seja utilizado pelo município”, ressaltou. Será um posto de fiscalização integrada.

O prefeito Mário Augusto de Freire Gonçalves salientou que a prefeitura deverá arcar com parte dos custos para recolocar o prédio em condições de uso, embora ele também afirme que o município não é o responsável direto pela segurança pública, apesar de o esforço empenhado na questão envolvendo o posto.

Conforme João Francisco, está sendo feito o que foi proposto durante reunião em Porto Alegre, intermediada pelo deputado Afonso Hamm, que teve papel fundamental na questão. Ele também reconhece a importância da atuação da PRF. “Atualmente, a PRF é a que mais apreende drogas no Brasil”, disse, defendendo que embora o município não seja responsável direto pela segurança, as cidades devem protagonizar as questões que envolvem a segurança pública.

O presidente do Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro), Marcos Brum, durante sua explanação, expôs um panorama sobre as forças de segurança e as atividades do Consepro, além das dificuldades do município relativas ao tema. Ele ainda colocou o Consepro a disposição dos projetos futuros que estão sendo planejados no que concerne ao posto e a própria PRF.

Participaram da reunião, além do Executivo, Inspetoria Veterinária, ICMS, Consepro, Polícia Civil, Rotary Dom Pedrito, secretarias da Fazenda, Governo e Obras, PRF, Legislativo e Procuradoria Jurídica. Após a reunião realizada no salão nobre da prefeitura, os presentes foram até o prédio para observar o espaço, apontando as melhorias que deverão ser adotadas para que o antigo posto tenha condições de abrigar os órgãos que vão atuar no local.

A reportagem conversou com o superintendente, veja no vídeo abaixo