Corede-Campanha promove reunião para desencadear a Consulta Popular 2017/2018

    O Conselho Regional de Desenvolvimento da Região da Campanha (Corede-Campanha) agendou para esta segunda-feira, 26 de junho, às 14h, em Bagé, a realização de uma Assembleia Geral que desencadeará, formalmente, o processo da Consulta Popular 2017/2018.

    Na pauta, também estará a apresentação da visão de desenvolvimento da região e a carteira de projetos do seu Plano Estratégico de Desenvolvimento Regional – PED; e ainda, a constituição da Comissão Regional, conforme o artigo 5º do Decreto nº 52.471, de 23 de julho de 2015.

    A Consulta Popular – processo através do qual, mediante organização dos municípios e no âmbito de suas respectivas regiões, a população vota e escolhe onde prefere investimentos do governo do Estado, em áreas que lhe são apontadas previamente -, neste ano terá a destinação de R$ 60 milhões, para serem divididos entre as 28 regiões que compõem os Coredes – Conselhos Regionais de Desenvolvimento.

    Até 27 de junho, terça-feira próxima, o governo do Estado está realizando as assembleias regionais – como a de Bagé nesta segunda-feira. Já a votação dos projetos está prevista para os dias 1º a 3 de agosto.

    Em Dom Pedrito, historicamente, a Consulta Popular é promovida pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento (Comude), que está, interinamente, sob a presidência do funcionário público municipal Neomar Farias, lotado na Secretaria de Obras, Viação e Serviços Públicos.

    Contatado para se manifestar sobre os preparativos do município para a Consulta Popular deste ano e a participação na assembleia da próxima segunda-feira, Neomar deverá estar em Bagé naquela oportunidade, juntamente com a professora Adriana Saraiva – vice-diretora da Escola Técnica, mais alguns alunos daquele educandário; Mari Goularte, da diretoria da Cooperativa Habitacional Bela União (Chabu) e, possivelmente, também a secretária municipal de Planejamento, Luciane Moura, que manifestou  interesse em comparecer ao evento.

    Embora ainda não tivéssemos a confirmação até a edição desta matéria, havia também a possibilidade de se obter apoio da sargento Maribel, hoje na Reserva Remunerada da Brigada Militar, que foi muito participativa nos anos anteriores para mobilizar a comunidade pedritense em torno da Consulta Popular.

    Mas fica o registro de que Neomar Farias não gostaria de continuar como presidente do Comude, alegando o fato de estar muito envolvido com seu trabalho na prefeitura e não ter tempo para, concomitantemente, se dedicar à organização da Consulta. “Mas irei conversar com a administração municipal a respeito e ver o que eles pensam”, destaca.

    A prefeitura, através da Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan), costuma dar suporte ao Comude na organização e realização da Consulta Popular, o que deverá se repetir neste ano.

    Por: Silvio Bermann