Pedritense é executado a tiros por engano na cidade de Imbé

    (Foto: Divulgação / Litoral na Rede)

    O empresário e pedritense Mauro Antônio Tatsch, 56 anos, foi executado a tiros ao meio-dia de hoje (20), no Restaurante Galetão, em Imbé, no Litoral Norte. Segundo informações, enquanto a vítima atendia alguns clientes, dois homens usando toucas entraram no estabelecimento e foram até Mauro, desferindo diversos disparos de pistola .9 mm contra ele, diante de todos os clientes que estavam no restaurante, conforme explicou o delegado Antônio Ractz, que é o responsável por apurar o crime.

    A dupla fugiu do local utilizando um automóvel Toyota/Fielder, conduzido por outro comparsa. O veículo, objeto de roubo em Canoas, foi abandonado e queimado em Tramandaí. Os investigadores irão analisar as câmeras de monitoramento do estabelecimento para identificar os suspeitos. Conforme informações da Polícia, além do restaurante, o pedritense era proprietário de uma casa noturna em Imbé.

    De acordo com informações da Delegacia de Polícia de Imbé, apurou-se, contudo, que o trio tinha como objetivo matar outro indivíduo, presente no local, envolvido com o tráfico de drogas. Ou seja, a vítima atingida não era a vítima pretendida, que morreu por erro na execução.