Adolescente é morto a tiros no interior da Santa Casa de Dom Pedrito; assista ao vídeo

Um adolescente de 17 anos foi morto a tiros na manhã de hoje (16), no interior da Santa Casa de Dom Pedrito. Segundo informações, por volta das 7h15, a vítima, Igor Soares, entrou em um quarto do hospital onde estava Maicon Cunha Carvalho, mais conhecido como “Maicon Cadeirante”, já com passagens pela Polícia. Conforme informações, Igor estava de acompanhante de seu avô e teria ido até o quarto onde estavam Maicon e mais duas pessoas internadas – uma delas, um indivíduo que também possui registro em sua ficha criminal.

No local, segundo o inspetor Lauro Telles, ocorreu um desentendimento entre as partes, quando Igor acabou sendo surpreendido por Maicon que desferiu alguns disparos de arma de fogo contra ele, sendo que um tiro atingiu o ombro e o outro o peito de Igor, que ainda correu por alguns metros, mas acabou caindo e logo depois vindo a óbito. Um homem que está internado no quarto onde iniciou o crime, quase foi alvejado por um tiro que passou próximo à sua cama. Pacientes, acompanhantes e funcionários da Santa Casa ficaram em pânico no momento do crime e acionaram a Polícia.

A Brigada Militar chegou rapidamente no hospital e prendeu Maicon, que negou ter cometido o crime. A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP) estiveram no local para averiguar os detalhes do crime.

Sobre a informação de que Igor estaria portando uma faca e, de posse dela, teria ameaçado Maicon, Telles informou à reportagem que a faca foi encontrada no local dos fatos e com o resultado de um exame de papiloscopia, a Polícia pretende confirmar se a faca era ou não de Igor. Esse é o terceiro homicídio no ano em Dom Pedrito.

Apesar da pouca idade, Igor possuía dois homicídios. O primeiro ocorreu no ano de 2015, quando matou Pedro Vinícius Borges da Fontoura “Pedrinho”, com inúmeras facadas. O segundo crime de Igor aconteceu um ano depois, no dia 16 de janeiro de 2016, quando matou sua segunda vítima com uma facada no peito.

Maicon tem registros por tentativas de homicídio e será encaminhado ao Presídio Estadual de Dom Pedrito, onde está à disposição da Justiça. O outro indivíduo e sua namorada, que estavam no quarto com Maicon, serão arrolados posteriormente como testemunha deste caso.