Aprovado novo regulamento do Transporte Intermunicipal de Passageiros

    (Foto: arquivo)

    O governo do estado aprovou o conjunto das diretrizes que vão orientar o novo modelo do Sistema Intermunicipal do Transporte de Passageiros de Longo Curso do Rio Grande do Sul. Com a emissão do decreto do governador José Ivo Sartori, a Secretaria dos Transportes e o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) estão aptos a realizar os ajustes finais para a licitação das novas linhas de ônibus e da concessão de estações rodoviárias.

    O novo sistema divide o estado em 14 mercados, que serão atendidos por uma ou mais empresas reunidas em consórcio. “Cada mercado terá linhas que fazem o transporte até a Capital, entre regiões diferentes e de um município a outro dentro da mesma região”, esclarece o diretor de Transportes Rodoviários do Daer, Lauro Hagemann. “Todos os itinerários serão preservados. A mudança consiste na distribuição dos contratos, uma vez que eles deixarão de ser firmados por linha e abrangerão toda a área correspondente ao mercado, o que resultará em um melhor atendimento aos passageiros.”

    O dirigente destaca que a qualificação do serviço ocorrerá a partir da incorporação de novas tecnologias que permitirão o acompanhamento em tempo real da operação das linhas. “Assim que a legislação estiver plenamente aplicada, implantaremos a bilhetagem eletrônica e o monitoramento da frota através de uma central”, detalha. “A utilização desses mecanismos fará o diferencial nesse sistema que já é bem avaliado pela sociedade gaúcha.”

    O novo regulamento possibilita, ainda, a criação de agências rodoviárias. Esses locais funcionarão como pontos de venda de passagens e despacho de encomendas. “Esse é um dos principais ganhos dessa reorganização do transporte coletivo: garantir o atendimento à população até mesmo em municípios menores, onde a administração de uma estação rodoviária não encontra interessados ou não se mostra financeiramente viável”, complementa o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen. “Mesmo com estruturas mais simples, essas agências estarão conectadas ao sistema de transporte, fazendo com que o usuário esteja atualizado quanto à disponibilidade de horários e poltronas nos ônibus.”

    Antes da publicação, o edital será encaminhado para análise da Procuradoria Geral do Estado (PGE) e, posteriormente, para homologação da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs). Após essas etapas, o texto irá para a Central de Licitações do Estado (Celic) para que seja aberto o processo licitatório.

    Confira quais são os 14 mercados que dividirão o Sistema Intermunicipal do Transporte de Passageiros de Longo Curso:

    – Campanha (cidade-polo: Bagé);
    – Central (cidade-polo: Santa Maria);
    – Costa Doce (cidade-polo: Pelotas);
    – Fronteira Oeste (cidade-polo: Uruguaiana);
    – Hortênsias (cidade-polo: Gramado);
    – Litoral Norte (cidade-polo: Osório);
    – Missões (cidade-polo: Ijuí);
    – Norte (cidade-polo: Carazinho);
    – Planalto (cidade-polo: Passo Fundo);
    – Serra (cidade-polo: Caxias do Sul);
    – Sul (cidade-polo: Rio Grande);
    – Vale do Jacuí (cidade-polo: Santa Cruz do Sul);
    – Vale do Taquari (cidade-polo: Lajeado);
    – Vinhedos (cidade-polo: Bento Gonçalves).