Bagé é a 17ª cidade mais pacífica do Brasil segundo levantamento do IPEA e do FBSP

    Divulgação

    Uma recente publicação na internet denominada Atlas da Violência, publicado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e o pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), está repercutindo na região da fronteira, pois dentre as trinta cidades mais pacíficas do Brasil, aparece o município vizinho de Bagé, em 17º lugar.

    O estudo foi publicado para prover indicadores e conteúdo sobre segurança pública, em que o interessado pode obter de forma rápida e fácil não apenas séries de dados, mapas e gráficos sobre incidentes violentos, crimes e características do sistema de segurança pública brasileiro, mas ainda conteúdo com inúmeras análises, artigos e vídeos sobre vários temas correlacionados à violência e criminalidade.

    Numa das seções em estudo, são analisados a evolução da taxa de homicídio por município, onde é apresentada uma lista das taxas de homicídio, do ano de 2015, das localidades com mais de 100 mil habitantes. Nesta seção é que aparece a cidade de Bagé, com uma taxa média de 9,0 homicídios.

    De acordo com o Capitão Augusto Porto, Bagé ainda aparece em 1º lugar no Rio Grande do Sul. E não é por acaso, pois há anos os métodos são constantemente inovados sobre prevenção criminal, acrescentando que a Brigada Militar e a Polícia Civil em especial o 1º Esquadrão e a Delegacia Especializada de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec), são provas de uma integração que dura há anos e surte efeitos surpreendentes.

    Se por um lado temos Bagé entre as mais pacíficas, por outro aparece Alvorada como uma das trinta mais violentas, sendo que o município aparece em 12º lugar, com uma taxa de homicídios de 78,4. Confira o estudo completo no atlas_da_violencia_2017 .