Policia Civil realiza “Operação Colheita Maldita” em Livramento e mais 9 cidades

    Ralph Quevedo

    Uma suposta fraude envolvendo o depósito e a venda ilegal de 170 mil sacas de soja é a base da Operação Colheita Maldita, desencadeada na manhã desta sexta-feira em oito cidades gaúchas, entre elas, Santana do Livramento e uma cidade paranaense. A investigação envolve a Cooperativa dos Agricultores de Plantio Direto, a Cooplantio. O trabalho é da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Administração Pública e Ordem Tributária (Deat), sob coordenação dos delegados Max Otto Ritter e André Lobo Anicet.

    São apurados crimes de apropriação indébita, associação criminosa e lavagem de dinheiro. As suspeitas surgiram a partir da queixa de agricultores que teriam sido lesados pela cooperativa. O prejuízo de apenas uma vítima, com correções, é calculado em torno de R$ 17 milhões. São investigados dirigentes e conselheiros da cooperativa pelos desvio de soja de associados e criação de empresas fantasmas.

     Em Livramento, o Sentinela acompanhou desde as 6h as equipes do SIPAC da 12ª DPR e do setor de investigação da 1ª DP que deslocaram-se até um escritório localizado na centro. No local, uma empresa presta consultoria para a Cooplantio teve documentos apreendidos para investigação. O proprietário foi solicito com os policiais e entregou o que foi pedido.

     Sentinela 24h – Fonte: CLICRBS