Brigada Militar cumpre mandado de prisão de homem acusado de roubo

    No início da noite deste sábado (06), por volta das 18h30, uma guanição da Brigada Militar cumpriu o mandado de prisão de Luís Ceny Peçanha Andrade, de 23 anos. De acordo com mandado expedido ontem (05) pelo Juiz da 1ª Vara da Comarca de Dom Pedrito, o réu foi acusado de roubo e estava em prisão domiciliar, mas ao ser feita fiscalização do apenado em sua casa, o mesmo não foi encontrado. Ainda conforme a síntese da decisão, foi feito contato com a irmã de Luís. Ela disse que ele teria saído, mas não soube informar seu destino.

    Por este motivo, foi revogada a sua prisão domiciliar, sendo determinado o seu imediato recolhimento ao Presídio Estadual de Dom Pedrito. Em outubro do ano passado, Luís também não havia sido encontrado pela autoridade policial fiscalizadora.

    Relembre o Caso

    Na tarde de 09 de julho de 2016, por volta das 15h, um homem entrou em um salão de beleza no centro da cidade e roubou a proprietária e algumas clientes que estavam no local. De acordo com relatos das vítimas, ele entrou no estabelecimento perguntando se cortavam cabelo masculino, diante da negativa, foi embora, mas retornou cerca de 10 minutos depois anunciando o assalto com um revólver em punho.

    Ainda conforme declarações, o rapaz vestia um moletom de cor preta com grafia escura na frente e capuz de cor branca em seu interior. O autor do roubo é magro com aproximadamente 1,75 metros de altura, barba rala castanha, olhos castanhos escuros e aparentava ter entre 18 e 20 anos. Ele teria dito ainda que não iria machucar ninguém, mas queria o dinheiro de todas as vítimas que estavam no local.

    O homem as amarrou com fios dos equipamentos do próprio salão de beleza, levando em torno de R$ 175,00 (cento e setenta e cinco reais) e um aparelho celular marca LG. A Brigada Militar foi acionada e realizou buscas no local. Câmeras de segurança de uma residência podem ter gravado toda ação do assaltante, mas nenhuma informação ainda foi repassada. As vítimas realizaram registro de ocorrência na Delegacia de Polícia que também já investigando o caso.