Esclareça 6 dúvidas mais comuns de quem vai prestar vestibular

    Um frio na barriga e muitas dúvidas vêm à cabeça de quem está terminando o ensino médio e quer entrar em uma universidade. O aprendizado, o frescor da vivência acadêmica e as possibilidades desse mundo novo que está por se abrir trazem para os estudantes uma grande expectativa.

    Mesmo com todos os sonhos, é bom manter os pés no chão para não errar no momento de prestar vestibular, que é a porta de entrada para essa nova etapa. A seguir, veja as respostas para as dúvidas mais comuns de quem vai fazer a prova:

    1. O QUE LEVAR NO DIA DA PROVA?

    O ideal é ter consigo um lápis para rascunhar, apontador, borracha, duas canetas na cor preta e azul (recomenda-se confirmar o que é aceito nas instruções ao realizar a inscrição), um documento de identificação com foto e garrafa de água sem rótulo, para se manter hidratado durante o teste.

    No momento da prova, você não poderá utilizar celular, livros ou cadernos com anotações. Por isso, esses itens podem ficar em casa ou no seu carro. Se levar equipamentos eletrônicos, é importante desligá-los antes de iniciar o exame.

    2. BUSCAR UMA ÁREA CONCORRIDA OU UM CURSO COM MENOS POSTULANTES?

    Essa é uma questão que impacta muitos vestibulandos que têm receio de não passar no processo seletivo. A resposta é: busque algo com que você tenha afinidade e que lhe faça feliz e, em seguida, analise como está o mercado dessa área, independentemente da procura do curso.

    Entrar em um caminho apenas porque ele é menos concorrido certamente causará frustração no futuro.

    3. COMO ESCOLHER A UNIVERSIDADE CERTA PARA PRESTAR VESTIBULAR?

    O foco deve ser em Universidades que tenham reconhecimento no mercado, boa avaliação no MEC e corpo docente qualificado.

    É importante também ver como é o campus, os laboratórios e bibliotecas à disposição, além de analisar se existem ferramentas de integração com o mercado de trabalho — como, por exemplo, uma central de estágios.

    4. QUAIS OS PRINCIPAIS ERROS QUE PODEM ELIMINAR O CANDIDATO?

    Existem alguns deslizes que são fatais e precisam ser evitados pelos vestibulandos. Chegar atrasado na prova, não dormir ou estar sem descanso na véspera são pontos-chave para reprovação.

    Esquecer canetas ou deixar de levar documentos também pode ser motivo para eliminação prévia. Além disso, é preciso ficar atento à pontuação de cada item, pois alguns não podem ser zerados — como, tradicionalmente, a redação.

    Por fim, preencha com cuidado a grade de respostas: qualquer rasura contará como questão errada.

    5. O QUE OBSERVAR NA PREPARAÇÃO PARA PROVA?

    A maioria dos vestibulares costuma ter concorrência alta, por isso, é necessário estudar e fazer uma preparação adequada em todos os quesitos da prova. Realizar testes anteriores e ver o que precisa ser melhorado é um bom começo.

    Definir uma carga diária de estudos, com os conteúdos específicos que vão cair, é também um ótimo caminho para quem vai prestar vestibular. Faça pausas entre os períodos de aprendizagem para evitar fadiga mental e pouco aproveitamento.

    6. HÁ DIFERENÇA ENTRE VESTIBULAR E ENEM?

    Sim, os dois possuem diferenças. O vestibular é a prova que faz a seleção para entrar em algumas universidades públicas e privadas, de acordo com a regra da instituição. Os testes possuem vários conteúdos e, normalmente, requerem uma redação.

    Já o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é utilizado para avaliar a qualidade da educação, além de ser um meio de ingresso em algumas universidades. Há instituições de ensino que usam apenas o Enem como critério para entrada, por meio de programas como o ProUni e o Sisu.

    Independentemente do caminho a seguir, antes de prestar vestibular, é importante ter um planejamento adequado, investigar a fundo a universidade e as áreas de predileção. Visite o campus, veja como está o mercado e conheça um pouco mais antes de bater o martelo. Esses movimentos são simples e podem poupar dor de cabeça mais adiante.

    Vai prestar vestibular e quer ficar por dentro de mais conteúdos como este? Assine a newsletter e receba nossas novidades diretamente no seu e-mail.

    Fonte: