Dois acidentes foram registrados na madrugada deste domingo (23)

    Na madrugada deste domingo (23), foram registrados dois acidentes em pontos diferentes da cidade. O primeiro ocorreu na rua 21 de Abril, em frente ao campo do Botafogo. De acordo com boletim de ocorrência, os policiais militares foram acionados, via sala de operações, para comparecer na rua 21 de Abril, pois um homem que estava trafegando pela via sentido norte/sul, em um veículo Chevrolet Vectra de cor vermelha, havia acabado de chocar-se contra um poste de iluminação pública.

    Quando a guarnição da Brigada Militar chegou ao local, o motorista ainda estava dentro do veículo, com lesões na face devido ao acidente. Além disso, ele apresentava visíveis sinais de embriaguez. Durante a ocorrência, foi destacado que o motorista colaborou com a abordagem dos policiais, mas que se recusou a fazer o teste do etilômetro, usando seu direito constitucional. O condutor identificado como João Elias Rodrigues Martins, de 44 anos, também não possui Carteira Nacional de Habilitação.

    O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e socorreu o condutor, que foi encaminhado ao Pronto Socorro. Logo depois, ele foi levado à Delegacia de Polícia para registro. O condutor disse em depoimento que não estava usando o cinto de segurança, e que havia ingerido bebida alcoólica – fato também atestado no exame realizado no PS. Com base nas informações, a delegada plantonista determinou flagrante por embriaguez ao volante e arbitrou uma fiança de R$ 500,00, que acabou sendo paga pelo infrator. Após os tramites, ele foi liberado e irá responder por embriaguez.

    O segundo acidente ocorreu na rua General Neto, proximidades da Delegacia de Polícia. Conforme boletim de ocorrência, a Brigada Militar também foi acionada via sala de operações. Ao chegar ao local, encontraram um veículo Volkswagen Parati de cor cinza, sendo que o motorista havia fugido do local.

    Após contato, os policiais receberam a informação de que o SAMU havia encaminhado os dois ocupantes do carro para o Pronto Socorro. O carona contou aos policiais que é natural da cidade de Agudo, e estava indo para zona rural juntamente com o condutor, que acabou perdendo o controle do veículo, vindo a chocar-se contra uma árvore no canteiro central.

    Como acabou fugindo, o condutor irá responder por lesão corporal culposa, conforme o artigo 303, “praticar lesão corporal culposa na direção de veículo automotor: penas – detenção, de seis meses a dois anos e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor”.