Certificado de filantropia da Emater é renovado; Entidade atende cerca de 1400 famílias no município

Em cerimônia realizada nesta quinta-feira (30), no Palácio Piratini, foi feita a renovação do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (Cebas) da Emater, órgão responsável pelo suporte técnico a pequenos e médios produtores rurais. A medida garante a continuidade dos serviços da entidade, que presta apoio a 222 mil famílias no Rio Grande do Sul.

Em 2015, a entidade viu-se ameaçada pelo atraso na renovação do Cebas, o que poderia inviabilizar os serviços prestados pela Emater, pois haveria a necessidade de cortar o orçamento de programas, cursos e diminuição de funcionários, mas, felizmente, a situação foi contornada.

A reportagem da Qwerty Portal de Notícias foi até o escritório local da entidade, chefiado pelo engenheiro agrônomo Walney Lucas Moreira. Ele comentou que a renovação é essencial para que a Emater siga auxiliando o desenvolvimento rural. Para Moreira, a garantia do Cebas significa a continuidade dos trabalhos da entidade, formalizando apoio às famílias e desenvolvendo a economia no campo. “Aporte nas áreas econômica, ambiental e social, que é a razão de ser do Cebas”, disse.

Atualmente, cerca de 1400 famílias são atendidas no município. “Famílias que contam com os programas de governo que são implementados pela empresa”. Sobre as principais carências enfrentadas pelos atendidos, Walney cita a organização destas famílias, as pequenas propriedades, não possuem um hábito de reunirem-se e em agroindústrias; assim, a Emater formata ações neste sentido, para estimular o empreendedorismo.