BM discute integração com polícia uruguaia para reforçar fronteira

    (Foto: Divulgação/Brigada Militar)

    O comando da Brigada Militar discutiu, nessa terça-feira (28), com autoridades policiais uruguaias, ações de reforço no combate à criminalidade nas áreas de fronteira. O encontro, organizado pela Prefeitura de Santana do Livramento no Palácio Moyses Viana, reuniu o comandante-geral da BM, Andreis Silvio Dal’Lago; o chefe de Policía de Rivera, Wilfredo Rodríguez e o subchefe, Richard Fernández Teske.

    Para Dal’Lago, as fronteiras são um dos grandes desafios da área da segurança pública, sendo uma porta de entrada para o tráfico de drogas e de armas. “Queremos ampliar a capacidade de ação buscando uma integração maior entre as polícias, não só do Uruguai, mas com Argentina e Paraguai também. A região de fronteira precisa de atenção especial de todos os entes de Estado”, afirmou.

    O coronel citou o exemplo da Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (Enafron) como uma ação importante para neutralizar o crime nas divisas com países. No entanto, o projeto teve problemas de continuidade. “Precisamos melhorar os tratados com os países vizinhos para ampliar a margem de atuação de forma legal dentro desses países”, ressaltou.

    O prefeito santanense, Ico Charopen, destacou a importância do trabalho de integração policial. “Estamos construindo uma cooperação relevante com os policiais, tanto do lado brasileiro quanto uruguaio. Um policiamento internacional ou binacional que vai servir de exemplo ao mundo, ampliando a segurança pública na fronteira”, enfatizou.

    No encontro, Andreis Dal’Lago também recebeu do município o título de hóspede oficial e uma placa comemorativa.

    Texto: Clelia Admar/BM
    Edição: Gonçalo Valduga/Secom