Força-tarefa de Combate ao Abigeato prende em Cacequi um dos maiores abigeatários da região e recupera 32 animais furtados

    A Força-tarefa de Combate ao Abigeato e Crimes Rurais, em ação realizada na quinta e sexta-feira, sob a coordenação do delegado Adriano de Jesus Linhares Rodrigues, prendeu no interior do município de Cacequi um dos maiores e mais conhecido abigeatários da região.

    O homem, de 51 anos, mais conhecido como “Beliscão”, foi preso em flagrante delito pelo crime receptação, conforme o artigo 180 do Código Penal (CP). De acordo com os policiais que atuaram na prisão do acusado, desde que o grupo da operação força-tarefa iniciou suas atividades de investigação na região, houveram informações de testemunhas de que o indiciado era um dos abigeatários mais conhecidos da cidade de Cacequi e região.

    Vale destacar ainda que Cacequi é considerada uma das três cidades que compõe o chamado triângulo do abigeato, ao lado de São Gabriel e Rosário do Sul. Além disso, o homem preso nesta ação da polícia seria, inclusive, um dos integrantes de uma quadrilha de abigeato juntamente com alguns familiares, que também já foram autuados em flagrante pela equipe da força-tarefa pelo mesmo crime.

    A prisão de Beliscão pelo grupo do força-tarefa ocorreu porque os policiais receberam a informação de que ele teria um gado furtado em uma área por ele arrendada na localidade de Passo Santa Vitória, no interior de Cacequi.

    A equipe foi até o local, onde encontrou os animais que foram tropeados até a mangueira mais próxima, onde foi possível efetuar a resenha de um lote de aproximadamente 200 bovinos. Os animais foram inspecionados pela Polícia Civil e Inspetoria Veterinária de Cacequi.

    Dentre os animais vistoriados na quinta-feira (06), 11 deles não possuiam procedência – sendo que alguns tinham a marca borrada, sobreposta, sinais adulterados e até mesmo com as orelhas cortadas, características típicas de gado furtado. Fato que culminou com o auto de prisão em flagrante de Beliscão.

    Já no dia de ontem (07), os policiais encontraram em outra área que também é arrendada pelo indiciado, mais 21 animais com as mesmas características; totalizando, assim, 32 bovinos oriundos de abigeato. Os policiais comunicaram ainda que a prisão em flagrante do acusado foi convertida em prisão preventiva pelo Judiciário daquela cidade, e que duas vítimas já haviam reconhecido alguns dos animais recuperados nestes dois dias de trabalho.