Idoso é exemplo de cidadania em Dom Pedrito

    Adriano Simôes/JPV

    No último sábado (01), a atitude louvável de um idoso bem conhecido na cidade por cuidar de calçadas e jardins no bairro São Gregório, chamou a atenção do colega Adriano Simões, do Jornal Ponche Verde. Ele encontrou o seu Edegar José Garske, de 80 anos, realizando a limpeza da calçada próximo à entrada da O,i na Avenida Rio Branco.

    Em entrevista à reportagem, o idoso disse “Eu vinha sábado pela manhã e percebi que vinham três crianças caminhando na calçada, e quando viram este monte de frutas que estavam caídas e que iriam sujar os calçados, desceram para atravessar este trecho pela rua, momento em que quase foram atropeladas por um carro que descia em direção à Escola do Horto”, acrescentando que o acidente só não ocorreu por muita sorte das crianças.

    Após presenciar a situação, seu Edegar se dirigiu até a proprietária do terreno para solicitar uma autorização e assim realizar a limpeza do local. “Pedi para a secretária falar com o filho dela, e ele me autorizou a realizar a limpeza e cortar os galhos que estavam para o lado de fora do pátio”, disse o idoso.

    Com a permissão da proprietária, seu Edegar voltou na parte da tarde e realizou a limpeza no local. “Eu tenho pena de ver estas coisas, porque a pessoa pobre é aquela que pode estar morando em uma bolanta, mas se está tudo limpo ela não é pobre; agora, se está tudo bagunçado, ela é pobre e relaxada”, disse ele.

    “Quando caminho pela rua e vejo papel de bala e de diversas outras coisas, como sacolas jogadas, penso que isso deveria ser um crime, pois é uma falta de respeito com toda a comunidade”, finaliza seu Edegar, que há mais de dez anos se trata de um problema que lhe causa falta de ar, mas que mesmo assim demonstra muita energia no que faz.