Imagem de Iemanjá é alvo de depredação em Livramento

    Marcelo Pinto/AP

    A imagem de Iemanjá construída à margem do Lago Batuva foi alvo de depredação. A reportagem do grupo A Plateia recebeu ontem (23) uma denúncia de que a figura havia sido danificada. A equipe foi ao local e constatou que a estátua estava sem a mão esquerda e sem alguns dedos da mão direita.

    Procurado pela redação do jornal, o secretário Rogério Machado da Secretaria de Serviços Urbanos, não estava a par da situação ainda. Rogério afirmou que a situação vai ser verificada e a recuperação da imagem vai ser feita de acordo com as condições e os recursos da secretaria.

    De acordo com o secretário, não é possível identificar os responsáveis pelo ato, já que a câmera de monitoramento do local não está em funcionamento. Apesar de a redação ter tentado contato com a comissão responsável pelo Batuva, não foi possível contato devido ao encerramento do expediente.

    A imagem de Iemanjá foi inaugurada em um altar no Lago Batuva no dia 3 de fevereiro de 2011, dia de Nossa Senhora dos Navegantes. O altar com a figura é o local em que muitos fiéis e simpatizantes recorrem para suas homenagens e oferendas.

    A Plateia