Força-tarefa de Combate ao Abigetado prende dois homens no interior de Cacequi e recupera 140 animais

    A Força-tarefa de Combate ao Abigeato, coordenada pelo delegado Adriano de Jesus Linhares Rodrigues – e que tem em seu grupo o inspetor de polícia pedritense Patrício Antunes – realizou, nas últimas 24hs, no interior de Cacequi, duas prisões pelos crimes de abigeato. Além disso, nas duas ações que transcorreram, foram recuperados 140 animais oriundos do mesmo crime. A ação contou ainda com a delegada Ana Tarouco, que responde pela Delegacia de Cacequi

    A primeira prisão ocorreu na madrugada desta sexta-feira (23). Após denúncia de que haveria um gado sem procedência no interior do município, foram feitas diligências até o local, onde foi apreendido um lote de 120 bovinos, dos quais alguns proprietários já foram identificados. O acusado foi preso em flagrante por crime de abigeato.

    Na segunda ação, os policiais foram até uma propriedade onde fizeram a inspeção de 30 bovinos que estavam prontos para serem levados até um frigorífico onde seriam abatidos sendo que destes, 20 eram animais sem procedência, com marcas borradas e adulteradas, características típicas de gado furtado. Por este motivo, o proprietário dos animais também foi preso em flagrante delito.

    A força-tarefa foi lançada em agosto pela Polícia Civil em nível estadual, mas com sede na Delegacia de Polícia de Rosário do Sul. As primeiras ações iniciaram no dia 26 de agosto na região da campanha e, naquela oportunidade, os policiais encontraram no local 178 bovinos em poder de dois homens: um de 24 anos e outro de 30 anos. Ambos foram presos e encaminhados ao Presídio Estadual de São Gabriel.