Agricultores têm procurado seguradoras com mais frequência devido as variações climáticas

    22/setembro/2016 às 16h31min
     Atualizado sexta-feira, dia 23 de setembro de 2016 às 00h20min

    Conforme matéria publicada pelo caderno Campo & Lavoura do jornal Zero Hora, as variações climáticas e as perdas anuais estão fazendo com que muitos produtores recorram aos seguros agrícolas. Em julho de 2016, cerca de 700 agricultores foram atingidos pelas chuvas de granizo, inclusive em Dom Pedrito, onde o incidente climático ficou concentrado na parte norte do território municipal.

    Estes fatos têm feito com que os agricultores procurem cada vez mais seguradoras para amenizar as perdas. “O La Niña está acontecendo, está formado, mas não tão intenso como se imaginava. Por isso que a safra americana está indo bem. Só que essa preocupação não é para o Brasil como um todo, o La Niña, e sim para o Rio Grande do Sul e Argentina”, explica o analista de mercado Eduardo Martines Sanches.

    Em 2016 o valor investido pelo governo federal nos seguros agrícolas, a subvenção, é de R$ 400 milhões. Os agricultores que contratam o seguro pela primeira vez tem mais chance de conseguir o benefício. O preço é de até três sacas por hectare para assegurar a lavoura.

    Fonte: Campo & Lavoura