Qwerty Telecom instala, gratuitamente, equipamento para TV via Internet no Asilo da Velhice

    14/setembro/2016 às 17h21min
     Atualizado quinta-feira, dia 15 de setembro de 2016 às 00h50min

    Descontração, surpresa e alegria. Este foi o tom durante entrega de um ponto de TV instalado no Asilo da Velhice pela Qwerty Telecom na tarde de ontem (13). Não é de hoje que a empresa busca auxiliar entidades como esta em Dom Pedrito. Outras instituições como a Liga Feminina de Combate ao Câncer e Associação de Pais e Amigos do Excepcional (APAE) recebem gratuitamente sinal de internet, tudo buscando retribuir o muito que a Qwerty Telecom já conquistou no município.

    “É bem verdade que ações como esta buscam dar uma melhor qualidade de vida às pessoas e famílias que necessitam tanto de todos nós; e se cada um fizer a sua parte como a empresa busca fazer, poderemos ter uma sociedade melhor e mais justa”, disse o diretor da empresa, Marcos Brum.

    Vale ressaltar que o sinal de TV instalado pela Qwerty irá servir para momentos de entretenimento dos idosos que vivem no Asilo.

    Sobre o equipamento instalado:

    Conforme o Gerente de Redes, Renato Bianchin, “a Qwerty está participando de um projeto piloto da Enter Play que é uma empresa que trabalha com vídeo, e visa oferecer canais por assinatura, sendo este um dos principais produtos a ser comercializado”.

    Renato disse ainda que “o aparelho consegue deixar qualquer televisão, seja de tubo ou plasma, em formato de Smart TV porque tem uma conexão com a internet”. Na verdade, seria uma IPTV, que é o futuro da TV.

    Além da Qwerty Telecom, mais 24 provedores estão inscritos neste projeto em todo o território nacional possuindo, atualmente, uma grade com 54 canais mas que em breve será ampliada para 89, contendo, entre outros, canais de esporte, filmes, cultura, culinária e novelas.

    O que mudou na rotina do Asilo:

    De acordo com o presidente do Asilo, Manuel Maria Carrion Garcia, “para nós foi muito importante esta atitude, e algo que não tínhamos a condição de adquirir, pois vivemos somente de doações. Queremos deixar à Qwerty nossos melhores agradecimentos, visto que hoje, através deste equipamento, o pessoal já está fazendo novos amigos e se comunicando através deste novo aparelho”, acrescentando que, inclusive na manhã de hoje, a cuidadora que atua junto aos idosos veio conversar com ele, dizendo da importância
    que isso trará para eles, não tendo palavras no bem que isto está fazendo para todos.

    “Hoje, o Asilo conta com 21 idosos – entre homens e mulheres -, mas tem capacidade para 22”, disse Manuel, alertando que Dom Pedrito tem uma demanda muito grande para atender estas pessoas, principalmente pela estrutura atual que tem.

    “Vale lembrar que não é somente esta questão de estrutura o problema, pois os gastos com manutenção, por exemplo, são de aproximadamente R$ 14.000,00, por isso as doações são de suma importância, visto que não temos como gerar renda, somente despesas”, disse Manuel.

    “Em nome do Asilo da Velhice, queremos agradecer a empresa como um todo, desde os funcionários que vieram instalar os equipamentos, até a direção da empresa que se sensibilizou e nos brindou com esta doação”, finalizou o presidente.

    Já para a cuidadora Lúcia Peres, que atende os idosos, “eles se surpreendem ao olhar canais que mostram principalmente bichos, o que tem deixado elas bem alegres, pois começam a comentar umas com as outras sobre o que acabaram de ver, algumas cenas inclusive remeteram algumas ao passado em situações já vividas”.

    “Também pude notar que algumas imagens de programas mais novos surpreendem muitas delas, pois nem imaginavam que existia. Posso dizer que elas principalmente estavam em estado quase vegetativo, visto que sentavam um pouquinho na frente da televisão e depois queriam passar a maior parte do tempo dormindo, e isso agora mudou: elas querem interagir, conversar sobre a novidade, ou seja, mudou bastante a rotina delas”,
    disse a cuidadora.

    “Essa doação que a Qwerty fez, posso te dizer que vocês talvez tenham ideia de apenas 30% do entendimento que fizeram por todos aqui no asilo, e digo mais, vocês podem achar que fizeram um pouquinho, mas na verdade fizeram muito mais. Eu como cuidadora que conheço cada um aqui dentro, posso te dizer que mexeu bastante, principalmente com elas, pois os homens já são mais arredios e resistentes às mudanças”, finalizou Lúcia.