Jovem trovador Turco Chaves é campeão do Encontro Regional de Trovadores no CTG Herança Paternal

5/setembro/2016 às 10h33min
 Atualizado quarta-feira, dia 7 de setembro de 2016 às 01h18min

O domingo (4) foi voltado para o tradicionalismo no CTG Herança Paternal de Dom Pedrito e um jovem de apenas 16 anos de idade, que vem despontando na arte da trova, foi o grande campeão do evento, que levou o nome de Encontro Regional de Trovadores e reuniu tradicionalistas das cidades de Santana do Livramento, Rosário do Sul, São Gabriel e Pelotas. Vale ressaltar que o PTG Palanque do Rio Grande foi o organizador deste encontro de trovadores e a reportagem da Qwerty Portal de Notícias cobriu com exclusividade o evento.

Juliel Antunes Chaves, “Turco Chaves”, natural de São Gabriel, veio a Dom Pedrito e venceu o concurso, batendo grandes trovadores. Turquinho, como também é conhecido, trova desde os 12 anos e já coleciona cerca de 115 troféus. Para ele, a trova representa a maior expressão cultural do Rio Grande do Sul.

Dentre suas principais conquistas, ele destaca o Rodeio Internacional de Osório, o qual ele já foi campeão. Outro conquista destacada por Turquinho foi a Campereada Internacional de Alegrete, evento conhecido pelo altíssimo nível de competidores que disputam o tão almejado troféu. “Todos os eventos têm um valor importante para mim”, acrescenta.

Ele acredita que está vivendo seu melhor momento atualmente. “Tenho ido em eventos pequenos e grandes e graças a Deus sempre tenho sido premiado, ficando entre os três primeiros. Acredito que vivo sim, o melhor momento atualmente”, revela o trovador.

Nossa reportagem acompanhou o evento do início ao fim e era notório o carinho do público por Turquinho. A cada fim de verso improvisado pelo jovem, o público o aplaudia e o ovacionava. “O principal de tudo não é o verso, é o carinho que as pessoas têm comigo, pois antes mesmo da gente trovar têm pessoas ali que já dizem que vou ganhar, pois gostam do meu verso e do meu trabalho. Isso não tem preço, nem prêmio que pague”, diz Turquinho.

Sobre o evento realizado neste domingo, ele afirma que é algo fundamental para o tradicionalismo. “Tanto esse evento como os demais, são essenciais para a cultura gaúcha. A trova é uma arte que muita gente gosta, mas é muito desvalorizada em muitos lugares. Recém que estão vindo trovadores mais novos, como o Rian, de Alegrete, e o João Vitor, do Litoral, ambos de 9, 10 anos de idade. É necessária a renovação, pois têm trovadores mais velhos que estão parando”, afirma.

Planos para o futuro…

“Ser campeão do Rodeio Internacional de Vacaria. Já fui esse ano e fiquei em 4º lugar, no meio dos maiores trovadores do Estado”, conta. “Acho que agora estou mais preparado do que a última vez que fui. Agora seria a hora de tentarmos. Não que eu fosse ganhar, mas sinto que estou mais preparado e que estou vivendo um bom momento”, complementa.

Finalizando a entrevista, Turco prestou agradecimentos: “agradeço primeiramente a Deus e a todos que gostaram dos nossos versos. Esse pessoal de Santana do Livramento que bateu palmas para nós e o pessoal de Dom Pedrito que nos recebeu da melhor maneira possível – fica o meu sincero agradecimento”, finaliza o trovador.

Os jurados foram Ivo Martins Eguilhor, Canário da Querência e Evori Nunes.

Premiados no Encontro Regional de Trovadores:

 

1º lugar: Turco Chaves – São Gabriel

2º lugar: Nerlei Maciel – Santana do Livramento

3º lugar: Benito Moura – São Gabriel

4º lugar: Magno Marques – Santana do Livramento