Segunda Run Day mobiliza mais de 300 corredores de rua em Bagé

    (Foto: Anderson Ribeiro)

    Uma competição que reuniu mais de 300 corredores em dois percursos – de cinco e 10 quilômetros – isso, abaixo de chuva, na manhã de domingo. Trata-se da segunda edição do Run Day. Uma realização do 3° Batalhão Logístico Presidente Médici em parceria com o Sesc.

    Os competidores foram divididos em duas categorias – cinco e 10 quilômetros – e premiados os três primeiros colocados entre os homens e as mulheres.

    O comandante do 3° B Log, Jorge Maia Filho, diz que o principal objetivo é incentivar a prática esportiva e, ainda, abrir os portões do exército para a comunidade bageense. Para ele, esta é uma maneira de interagir e ser ainda mais presente na sociedade.
    A prova contou com participantes de diversas faixas etárias e com premiação em dinheiro – a cooperativa Sicredi patrocinou o evento. Além disso, todos receberam medalhas pela participação.

    A gerente do Sesc, Liziane Medeiros dos Santos, explicou que as distâncias propostas buscaram contemplar os diferentes tipos de corredores. Para ela, o Run Day é uma forma de fomentar a prática na cidade. A corrida de rua, lembra, conta com muitos adeptos. “É um evento que valoriza e incentiva os corredores”, finalizou.

    Naisson Nidgie da Silva, 26 anos, foi o primeiro a cruzar a linha de chegada. Ele percorreu cinco quilômetros. Natural de Sant’Ana do Livramento, representou o 7° RC Mec, a Arena Esportes e a MP Fit. Ele comentou que foi uma satisfação poder participar da prova. Destacou a organização e demonstrou felicidade pelo resultado. Ele corre há cinco anos.

    Já Wilton Guillenea, 41 anos, de Rivera, Uruguai, conquistou a primeira colocação na prova de 10 quilômetros. Ele comenta que a prova e a vitória marcaram um reencontro com a atividade. Acontece que estava parado há um ano e meio em decorrência de uma lesão no joelho. Assim, define o resultado como uma superação, sobretudo diante do percurso. “Muitas subidas”, comentou. Ele representou o Consulado do Internacional de Livramento e a Urufor.

    Márcia Garcia Cavalheiro, 41 anos, é de Restinga Seca. Ela foi a primeira mulher a completar os 10 quilômetros de prova. Afirmou que o resultado é consequência de muito treinamento e privações. São 18 anos de atividade e, por vezes, é preciso ficar longe da família para se concentrar e competir. Para ela, esta edição do Run Day teve a chuva como principal desafio. Representou seu município, que, de acordo ela, sempre a apóia.

    Caren Lima Rocca, 27 anos, treina há muito tempo, é o que garante. Mas voltou a praticar há apenas um mês. A primeira colocação no trajeto de cinco quilômetros tornou a esportista bicampeã da prova. “É sempre uma superação”, afirma, ao garantir que também é um incentivo para voltar a treinar de forma mais intensa.