Mãe e avó são indiciadas pela morte de menina que engoliu pedras de crack

    27/agosto/2016 às 11h51min
     Atualizado domingo, dia 28 de agosto de 2016 às 18h00min
    (Foto: Arquivo/FS)

    O delegado titular da 2ª Delegacia de Polícia, Luís Eduardo Benites, divulgou na tarde de ontem que o inquérito do caso que envolveu a morte da menina de pouco mais de um ano no sábado passado, foi entregue ao Poder Judiciário na quinta-feira.

    Foram indiciadas a mãe da criança, Querolen Pacheco Gonçalves e a avó, Mara Elisângela Pacheco Gonçalves. “Os respectivos indiciamentos foram pela prática de homicídio doloso, na modalidade de dolo eventual”, salienta.

    Em sua rede social, Benites informou que não irá mais se pronunciar sobre o caso, uma vez que já está na esfera do Judiciário e Ministério Público.

     

    Jornal Folha do Sul