Esgoto a céu aberto nos fundos da Escola Marli Cassol e lixo jogado em terreno vizinho à instituição tem causado incômodo

    Na tarde desta quarta-feira (24), a reportagem da Qwerty Portal de Notícias esteve na Escola Municipal de Educação Infantil Marli Cassol, para conversar com a diretora da instituição, Josani Rodrigues dos Santos, sobre um terreno que fica ao lado da escola e que funciona como uma espécie de depósito de lixo a céu aberto. Além deste terreno, nos fundos da escola, há esgoto a céu aberto que também tem causado bastante incômodo. A escola conta hoje com 125 alunos, de idades de 0 a 5 anos.

    Segundo a diretora, quando o sol está muito forte, o trabalho das professoras em sala de aula acaba sendo prejudicado, devido ao mau cheiro que acabava atingindo as salas dos fundos da escola. Ainda de acordo com Josani, hoje o lixo no terreno ao lado da escola já diminuiu bastante e o local está bem mais limpo.

    “Já estivemos com as condições do terreno vizinho bem pior, hoje está muito melhor. Mesmo assim pedimos a conscientização de todos para que não joguem lixo naquele local, pois mesmo sendo fora da área da escola, acaba trazendo mau cheiro para dentro das salas de aula”, disse a diretora.