Homicídio em Bagé deve ter esclarecimentos em breve, diz delegado

    16/agosto/2016 às 17h03min
     Atualizado terça-feira, dia 16 de agosto de 2016 às 17h03min

    As investigações sobre o oitavo homicídio do ano em Bagé, que vitimou o jovem Éder Vaz Figueiredo, de 27 anos, apesar das dificuldades de apuração, devem trazer esclarecimentos em breve. Essa é a expectativa do delegado responsável pelo caso, Alcindo Dutra Martins.

    O titular da 1ª Delegacia de Polícia disse à reportagem do Jornal Folha do Sul, ontem, que a apuração atual se concentra em oitivas. “Já escutamos algumas testemunhas, porém, não houve uma testemunha ocular, o que dificulta o caso. Quem tiver informações e puder ajudar nas investigações, pedimos que entre em contato com a delegacia”, salienta.

    O jovem foi encontrado na madrugada de sábado, no pátio de sua casa, localizada no bairro Tiaraju. Ele havia sido baleado na cabeça e no peito. Figueiredo chegou a ser levado ao Pronto-Socorro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

    Folha do Sul