NOTÍCIAS

Vereadores de Bagé acusam produtor rural de agressão e ameaça

Na tarde de ontem, os vereadores Carlos Adriano Silveira Carneiro (Esquerda) e Ramão Elias Teixeira Bogado, ambos do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), compareceram na Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) para registrar boletim de ocorrência em desfavor do produtor rural Jorge Luís Álvares Pereira, marido da vereadora Teia Pereira, do Partido dos Trabalhadores (PT).

Conforme o registro feito por Carneiro, ele estava atrás da mesa diretora do plenário do Legislativo, quando o acusado teria se aproximado pelas costas proferindo palavras de baixo calão e atingindo-o, no ombro, com um soco.

Bogado, por sua vez, acusou Pereira de ameaçá-lo. Consta, no boletim de ocorrência, que o acusado o teria agredido verbalmente, além de dizer que o encontraria na rua e lhe daria uma surra. Ao fazerem os registros, ambos os parlamentares informaram que desejam representar criminalmente contra o acusado.

Outro lado

O produtor rural também compareceu na DPPA para registrar a sua versão dos fatos. Conforme o registro, Pereira disse que estava em casa, assistindo à sessão da Câmara pela televisão, quando viu Carneiro dizer que o marido de uma vereadora seria ladrão e abigeatário – o que seria uma referência a ele – e que a referida parlamentar teria vínculos com um líder do PT.

Contra Bocão, o produtor registrou que o mesmo teria dito que ele seria ladrão de gado. Pereira, conforme o boletim, resolveu ir ao plenário para esclarecer a situação. Contudo, ao chegar para questionar Carneiro sobre o que ele havia dito, quase chegaram às vias de fato. No registro, Pereira disse que deseja representar judicialmente contra os parlamentares.

Folha do Sul

Ver mais

Notícias relacionadas

Close

Adblock detectado

Por favor, considere nos ajudar desabilitando o adblocker no seu navegador.