Luiz Augusto assume Sindicato Rural e promete trabalho em prol do agronegócio e dos menos favorecidos

    27/julho/2016 às 10h53min
     Atualizado quinta-feira, dia 28 de julho de 2016 às 00h52min
    (Foto: Gabriel Bueno)

    Em cerimônia muito prestigiada por lideranças da sociedade organizada, realizada ao final da tarde de segunda-feira (25), no salão nobre do Sindicato Rural de Dom Pedrito, tomou posse a nova diretoria da entidade, que passa a ser presidida pelo produtor e advogado Luiz Augusto Gonçalves de Gonçalves, sucedendo à competente gestão de seu colega José Roberto Pires Weber.

    “É com muito orgulho que assumimos esse compromisso, mas na verdade há toda uma diretoria e nossos associados comprometidos para fazermos um trabalho em prol do agronegócio e também auxiliando os menos beneficiados da comunidade, porque o Sindicato tem um grande comprometimento com o social”, manifesta o dr. Guto, como é mais conhecido.

    “O Parque de Exposições Juventino Corrêa de Moura, que possui uma excelente infraestrutura, continuará à disposição e a serviço da comunidade, cedido gratuitamente para sediar projetos que angariem fundos para as causas sociais”, acrescenta.

    Durante a entrevista, o presidente ainda manifestou seu descontentamento e a preocupação que possui com relação às estradas vicinais de Dom Pedrito: “Espero o apoio do poder público, resolvendo o problema de o produtor rural não poder escoar os alimentos que produz (em função da má-condição das estradas). Não se pode permitir, nos tempos atuais, que se perca alimentos por ineficiência do poder público, por não termos estradas em um município em que o agronegócio é responsável por 64% do PIB (Produto Interno Bruto)”, dispara Guto.

    Em seu entendimento, “(…) Falta vontade, iniciativa e trabalhar direito. É impressionante como o direito de ir e vir, que é constitucional, em alguns setores de Dom Pedrito não pode ser exercido, não se tem esse direito pelas péssimas condições das estradas. Prova disto é que parte da produção, na última safra, acabou se perdendo dentro da propriedade”.

    Inseridos entre as metas principais da gestão que se inicia no Sindicato, eventos como o Farm Show (exposição-feira) e o Seminário Pastos, Pastagens e Suplementos, continuarão sendo prioritários. “Pensamos num Farm Show totalmente voltado ao agronegócio, com toda a indústria e o comércio participando, dentro do Parque. E quanto ao seminário, um evento que é sucesso há 25 anos, nosso propósito é fazer o máximo com o mínimo”.

    Luiz Augusto Gonçalves conclui, enfatizando que também pretende aumentar o número de sócios do Sindicato Rural, até considerando-se o status do município no cenário do agronegócio gaúcho: “Somos o 4º município em extensão territorial e o 3º maior do agronegócio”, justifica.

    Silvio Bermann