Justiça pronuncia acusado por tentativa de homicídio em casa noturna

    Arquivo/Portal Qwerty

    A Justiça pronunciou no início de junho, Gean Guterres Carvalho por tentativa de homicídio em uma casa noturna, ocorrida em novembro de 2015. De acordo com a decisão, Gean Guterres Carvalho irá a júri popular por tentar matar a vítima por motivo fútil e considerando que o crime foi cometido no curso do livramento condicional de pena que lhe era aplicada, o que inclusive enseja reincidência.

    O crime, por sinal, serviu como base para negativa do direito de o pronunciado recorrer em liberdade, reportando-se aos fundamentos já publicizados na origem e pela 1ª Câmara Criminal de negar o habeas corpus, pois ficou evidenciado risco a ordem pública.

    Relembre o caso

    Um desentendimento em uma casa noturna localizada na Avenida Beira Rio quase acabou em tragédia. Gean Guterres Carvalho, 21 anos, foi preso na madrugada desta sexta-feira (27), por volta das 4h10, acusado de tentativa de homicídio. O fato começou às 3h, quando a Brigada Militar foi acionada na casa noturna, pois Carvalho estaria perturbando o local. Após os policiais fazerem contato com o acusado, o mesmo acabou indo embora.

    Testemunhas informaram à Polícia que o suspeito voltou para o local após a saída dos policiais e efetuou um disparo contra um funcionário da casa noturna, mas felizmente a arma falhou. As pessoas também contaram que ele fugiu para uma residência próxima da casa noturna. “Ele estava de posse de uma arma longa”, disse uma das testemunhas.

    Os PMs foram até o local apontado pelas testemunhas e encontraram Gean. De imediato, foi dada voz de prisão e ele foi conduzido à Delegacia de Polícia. Em razão dos depoimentos das testemunhas, a delegada Caren Adriana Silva determinou que fosse lavrado o auto de prisão em flagrante. Após o registro, o homem foi conduzido ao Presídio Estadual de Dom Pedrito.