Mulher presa por tráfico de drogas em abril é condenada a seis anos de prisão

    No dia 29 de abril de 2016, a Polícia Civil prendeu em flagrante Rosane Rodrigues Dutra por tráfico de drogas nas proximidades da rodoviária, conforme notícia divulgada na Qwerty Portal de Notícias.

    Passados 49 dias de sua prisão em flagrante, Rosane foi condenada na 1ª Vara da Comarca de Dom Pedrito. De acordo com a síntese do processo, “Rosane Rodrigues Dutra irá cumprir seis anos de reclusão, em regime semi-aberto, além de pagar R$ 14.666,00 (quatorze mil seiscentos e sessenta e seis reais) das custas do processo”. A decisão ocorrida em 16 de junho também autoriza a transferência de Rosane para o Presídio Regional de Bagé.

    O resultado rápido na decisão do processo mostra agilidade nos julgamentos e a integração entre o judiciário e a polícia, a fim de punir com muita brevidade os crimes ocorridos em nossa comunidade.

    Relembre o caso:

    No dia 29 de abril de 2016, a Polícia Civil prendeu em flagrante uma mulher identificada como Rosane Rodrigues Dutra. Segundo o inspetor Patrício Antunes, os policiais haviam recebido uma denúncia que uma mulher teria vindo buscar uma certa quantia de droga em Dom Pedrito para levar para Bagé.

    “Recebemos a denúncia de que ela veio buscar droga na cidade e que ela iria pegar um ônibus para Bagé às 19h30. Ficamos fazendo campana nas proximidades da rodoviária e, quando essa mulher chegou, por termos as características dela na denúncia que nos foi dada, realizamos uma abordagem e encontramos com ela 55 gramas de crack”, explica Patrício, acrescentando que com 55 gramas de crack é possível produzir aproximadamente 550 pedras de crack, sendo que a unidade é vendida a R$ 10,00 aos usuários; contabilizando um prejuízo de 5,5 mil ao tráfico de drogas.

    A autuação do flagrante foi feita pelo delegado Cristiano Ribeiro Ritta. Rosane foi encaminhada ao Presídio Estadual de Dom Pedrito.