Vandalismo no Cemitério Municipal danifica diversos túmulos

Na manhã desta quarta-feira (13), a administração do Cemitério Municipal entrou em contato com nossa reportagem para informar que vândalos teriam danificado diversos túmulos. Chegando ao local, conversamos com Lenon Pahim, que já havia inclusive acionado à Polícia Civil.

Dentre os diversos túmulos danificados, estavam inclusive os de recém nascidos, o que demonstra a total falta de respeito destes indivíduos pelos mortos que foram sepultados no local e também pelos familiares que irão agora reparar o que foi destruído.

O crime, segundo o policial Fabrício Silveira, se enquadra em danos ao patrimônio público e vilipêndio. O primeiro está descrito no Art. 163 do Código Penal (destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia), com pena de detenção de um a seis meses, ou multa. O mesmo pode ser qualificado se o crime for cometido contra o patrimônio do município, como foi neste caso. A pena de detenção neste caso aumenta de seis meses a três anos, e multa, além da pena correspondente à violência

Já o segundo crime, vilipêndio de cadáveres é considerado crime contra o respeito aos mortos, previsto no artigo 212 do Código Penal Brasileiro. O ato de vilipendiar cadáveres ou suas cinzas, pode ser punido com detenção de um a três anos de reclusão e pagamento de multa.

As cenas constadas por nossa reportagem assustaram todos os que estiveram esta manhã no local. O Cemitério Municipal precisa urgentemente de melhorias e principalmente de maior segurança para que fatos como este não se repitam mais. O cenário é de um verdadeiro arrastão.

Não dá para entender o que fizeram no local. Foi possível verificar o grande número de lápides e jazigos depredados, além de vasos e adornos destruídos de forma aleatória. Famílias estão chegando a todo momento, se deparando com a barbárie realizada. Qualquer informação que leve a identificação dos autores, deve ser repassada a Polícia Civil.