Banheiros públicos são alvo de vandalismo em Livramento

    13/julho/2016 às 17h17min
     Atualizado quinta-feira, dia 14 de julho de 2016 às 00h32min
    Marthina Martins/AP

    Foi constado por funcionários responsáveis pela manutenção dos banheiros públicos, o furto de torneiras, sanitários quebrados e muita falta de higiene no local. Segundo entrevista realizada dia 12 de julho, com Valnei Moura, responsável pela higiene e manutenção, dos banheiros públicos das praças José Bonifácio, General Osório e Internacional, disse que “A conscientização tem que vir da população.

    O banheiro da Praça Internacional foi reformado, e faz uma semana que ficou pronto. Mas, foi constado nessa mesma semana, o furto das torneiras que já foram postas novamente no local. Encontramos sanitários entupidos com pedras (britas), papéis, folhas e galhos. Também, foi possível encontrar descargas e sanitários quebrados.

    A higiene é algo que não conseguimos manter. A limpeza é diária e ocorre mais de uma vez ao dia. Em menos de uma hora, o banheiro já está totalmente sujo e inadequado para uso. É lamentável pois é de uso público e muitas pessoas precisam utilizar o local. Fica feio para cidade não conseguir manter a ordem nesses locais.

    Diante da falta de conscientização da população de manter a higiene no local e dos atos inconsequentes de vândalos: “Os banheiros públicos encontram-se abertos 24 horas. Na tarde de terça-feira, 12 de julho, os banheiros da Praça José Bonifácio foram reformados e encontram-se apropriados para uso.

    O banheiro masculino estava interditado, pois não tinha condições de uso, encontrava-se entupido. Todo trabalho de desentupimento foi realizado e mais uma vez encontramos muito papel e pedras”. contou Valnei.

    São constantes, visíveis e preocupante as ações de vandalismo referente aos patrimônios públicos da cidade. Isso vem preocupando a sociedade e autoridades responsáveis por manter tudo em ordem para uso social. Segundo Rogério Machado, Secretário de Serviços Urbanos, “Quanto a preservação dos patrimônios públicos é algo bastante preocupante em Livramento.

    Seja relativo aos banheiros, praças, ou seja, todos os patrimônios públicos de uso comum seguem bastante problemáticos na cidade. Falta muita consciência da sociedade, tudo que é depredado é de uso público e, consequentemente, estão destruindo o que é de direito de todos. Apesar de não haver previsão orçamentária, o objetivo é manter e seguir realizando manutenções periódicas nos locais. “

    Marthina Martins/AP