Menino de dois anos é atropelado na rua General Neto

    9/julho/2016 às 22h19min
     Atualizado sábado, dia 9 de julho de 2016 às 23h11min

    No início da noite deste sábado (09), por volta das 18h40, um menino de dois anos foi atropelado na rua General Neto por um veículo Volkswagen Saveiro de cor branca. De acordo com boletim de ocorrência, uma guarnição da Brigada Militar foi acionada a comparecer no Pronto Socorro, onde teria dado entrada um menino de dois anos que havia acabado de ser atropelado.

    No local, os policiais conversaram com o pai da criança. Ele disse que estava andando com seu filho no sentido oeste/leste, segurando-o pela mão na rua General Neto, quando a Saveiro que vinha no mesmo sentido atingiu seu filho.

    O pai ainda contou que não conseguiu identificar a placa e nem o condutor do veículo, que além de não parar para prestar socorro, acabou fugindo do local, dobrando na rua General Carneiro, sentido norte/sul.

    O menino foi socorrido por familiares e populares e conduzido ao Pronto Socorro. Ele foi submetido à Raio X de tórax, bacia, pernas e braços, além de uma tomografia do crânio. Ainda de acordo com informações, o quadro dele é estável, mas irá permanecer imobilizado até que saiam todos os resultados, o que deve acontecer nas próximas horas.

    O delegado Luis Eduardo Benites determinou a lavratura por lesão corporal culposa, conforme artigo 303 e ainda fuga do local do acidente como fato complementar.

    Vale lembrar que o artigo 303 é claro. Praticar lesão corporal culposa na direção de veículo automotor resulta em pena de detenção, de seis meses a dois anos e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir.

    Parágrafo único. Aumenta-se a pena de 1/3 (um terço) à metade, se ocorrer qualquer das hipóteses do § 1º do artigo 302, neste caso o III – deixar de prestar socorro, quando possível fazê-lo sem risco pessoal à vítima do acidente.