POLÍTICA

    Moraes informa que deve ser pré-candidato a vereador; ex-presidente do PTB filia-se ao PP

    8/julho/2016 às 09h11min
     Atualizado sexta-feira, dia 8 de julho de 2016 às 23h23min
    (Foto: Divulgação)

    A expressão é dele mesmo. O vereador Luiz Carlos Moraes Costa afirma: “Sou 99% pré-candidato a vereador. Só deixo 1% de possibilidade de ir à Majoritária porque a política é dinâmica”, disse ele, em recente entrevista. Então, a menos que haja uma reviravolta dentro do PTB, Moraes já fez sua opção.

    Recordemos os números das eleições proporcionais de 2012: foram 21.482 votos nominais e 1.730 votos na legenda, totalizando 23.212 votos válidos o que, dividido por 13 cadeiras na Câmara, nos deu um quociente eleitoral de 1.785 votos. Isto é, a quantidade de votos necessária para que um partido ou coligação fizesse 1 vereador em Dom Pedrito.

    Interessante dizer que, segundo se tem ouvido – embora tudo só vá se resolver nas convenções partidárias – a atual presidente do PTB e também vice-prefeita, Adriana Torres Lara, também deverá concorrer à vereança. Em tese, pelo histórico político que possuem, Moraes e Adriana seriam os pré-candidatos com maior potencial de votos na legenda petebista, até considerando-se suas votações anteriores. Para que ambos fossem eleitos, o PTB precisaria somar, mantendo-se o mesmo quociente eleitoral de 2012, algo em torno dos 3.570 votos – é claro que o quociente deste ano dependerá do número de votos válidos registrado nas urnas.

    Por outro lado, uma novidade política das últimas horas foi a filiação do ex-presidente do PTB, Boneval Duarte, que estava sem partido, ao PP, o que aconteceu ontem, quinta-feira (7), à noite, durante reunião ordinária dos progressistas. Boneval, que  alguns meses atrás chegou a admitir ser pré-candidato a vereador pela sua antiga sigla, já não poderá participar como candidato nas eleições deste ano, uma vez que a legislação eleitoral exige dos candidatos filiação de pelo menos 6 meses.

    Silvio Bermann