A fisioterapia praticada junto à natureza 

    Quem não gosta de ir a uma praça e frequentar um local público? Árvores, flores o canto de pássaros e até o barulho da rotina da cidade, tudo isso é bom para o ser humano. Pensando nisso e tendo por objetivo principal melhorar a funcionalidade e a qualidade de vida dos usuários do grupo de Parkinson da Associação Pedritense do Deficiente Físico (Aspedef), recentemente as atividades do grupo ocorreram na praça da Estação.

    Coordenados pela fisioterapeuta Sabrina Trojahn, o grupo realizou atividades físicas com a utilização dos aparelhos disponíveis na praça, visto que os exercícios ajudam os movimentos diários a ficarem mais fáceis de serem executados, e ajuda também no de caminhar. “Optamos por fazer algo ao ar livre para aproveitarmos o sol. A integração do grupo durante estas e outras práticas aumenta a auto-estima, a vontade de estar ativo socialmente e os encoraja a lutar contra as consequências que a doença traz”, afirma Sabrina.