Sem PPCI, padarias e cozinhas são inauguradas

    (Foto: Gabriel Bueno/JPV)

    Na tarde de sábado (11), foi realizada a inauguração das padarias e cozinhas comunitárias instaladas na rua Major Alancastro, nº 277. A cerimônia contou com a presença de autoridades e comunidade. Apesar do ato, o prédio ainda não está apto para funcionamento, pois não tem o Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndio (PPCI) do Corpo de Bombeiros.

    A secretária de Assistência Social, Sandra Royes, no seu pronunciamento, agradeceu a todos que possibilitaram a execução do projeto, mas principalmente à vice-prefeita Adriana Torres Lara. Ela também salientou que as cozinhas e padarias vão oportunizar uma nova renda aos alunos dos cursos. “Tivemos problemas, mas com a ajuda de todos estamos tornando uma realidade. Estamos entregando estas cozinhas e padarias ao povo pedritense. Não poderíamos executar o projeto se não fosse pelo esforço do prefeito municipal, da vice-prefeita e do deputado Lara. Temos toda infraestrutura dos cursos que serão ministrados, os equipamentos e máquinas doadas e trazidas para nós pelo deputado Luiz Augusto Lara”, disse Sandra.

    O deputado Lara lembrou das obras que estão sendo feitas através da administração, como a barragem do Taquarembó e os bueiros do Ponche Verde – nos quais as obras ainda não reiniciaram. “Dom Pedrito foi um dos 12 municípios que se habilitou a receber estas verbas (para as padarias) que infelizmente foram atrapalhadas pela burocracia. Se não fosse o trabalho do prefeito, com os poucos recursos que tinha, esta obra não se tornaria uma realidade”, disse Lara.

    Lara também salientou que outras administrações estiveram no governo e nada fizeram pelos moradores atingidos pelas enchentes, além de deixarem parar as obras na barragem. “Falar é muito fácil, nesta crise que o país enfrenta, as duas principais obras de Dom Pedrito, foi nós que começamos. Começamos os bueiros e vamos terminar, vamos começar as 22 quadras do Badesul e vamos terminar. O que quero pedir é uma reflexão, de quem são aquelas pessoas que na hora da enchente estão lá junto com vocês, junto com a comunidade, quero ver se os outros que criticam vão até aquelas famílias”.

    Após apresentações artísticas, os presentes foram convidados a entrar e conhecer as dependências do local. Duas das quatro salas foram abertas ao público. A vice-prefeita disse que os cursos serão ministrados pelos próximos seis meses, com a possibilidade de ampliação. Até o momento, conforme a secretária, são 70 inscritos no curso.

    PPCI

    Conforme informações do Corpo de Bombeiros, o prédio não conta com PPCI, informação confirmada pela secretária Sandra Royes. Ainda haverá uma notificação por parte dos Bombeiros para que as alterações sejam feitas no prédio. Por enquanto, nenhuma atividade pode ser realizada nas dependências.

    Segundo informações, já estão sendo encaminhadas as alterações no prédio e a questão deverá ser resolvida em breve. Sandra diz que ainda não há previsão para iniciar os cursos, já que é necessária a contratação de um instrutor.