Adolescente de Livramento que acusou idoso de abuso diz ter mentido

    Em entrevista ao Jornal A Plateia, a Delegada da Polícia Civil Giovana Muller explicou sobre o caso ocorrido no dia 30 de março. Até as últimas semanas o setor de investigação apurou sobre um suposto abuso de vulnerável ocorrido no Bairro Prado.

    No dia da ocorrência, o adolescente identificado pelas iniciais L. G. C. T. teria afirmado para mãe e aos policiais que o idoso identificado pelas iniciais D. N. de 73 anos teria pedido para ele baixar as calças, assustado o jovem teria saído correndo do local em direção a sua residência.

    Após não conseguir comprovar o suposto abuso, o jovem confessou para a mãe a verdade. A responsável pelo garoto o conduziu até a Delegacia de Polícia, onde ele disse ter mentido no depoimento, pois estava com medo de represálias da mãe. Segundo a Delegada Giovana Muller, o menino estava proibido de ir jogar futebol e disse a mãe que iria na casa da avó, mas na verdade foi jogar com os amigos.

    Como ficou até tarde na rua, a desculpa usada pelo garoto de 12 anos foi que ele teria ficado na casa no idoso, onde o homem teria feito o pedido ao menino. Com a reviravolta do caso, o jovem passa a ser indiciado e seu nome levado ao Ministério Público que poderá denunciar o menor.

    A Plateia